Caixa Econômica emite alerta sobre golpes no FGTS; saiba como evitá-los

As liberações do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) seguem à todo o vapor. No próximo sábado, 28, recebem os aniversariantes de setembro, os quais devem se atentar na hora de resgatar o valor, evitando cair no golpe do FGTS

Caixa Econômica emite alerta sobre golpes no FGTS; entenda
Caixa Econômica emite alerta sobre golpes no FGTS; entenda. Imagem: FDR)

A Caixa Econômica Federal (CEF), instrui os clientes e demais beneficiários a protegerem o benefício de possíveis golpes. Neste sentido, a instituição financeira reforça os seguintes pontos:

  • O cliente deve utilizar somente os canais oficiais do banco para buscar informações e acesso aos serviços, jamais compartilhando dados pessoais, usuário de login e senha.
  • A Caixa não envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links e não pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.
  • Senhas e cartões são pessoais e intransferíveis. Assim, senhas bancárias não devem estar disponíveis em aparelhos celulares ou computadores.
  • Os clientes não devem aceitar ajuda de estranhos, mesmo dentro das agências. Caso necessitem de atendimento, devem sempre procurar um empregado da CAIXA devidamente identificado.

Para evitar o golpe do FGTS, o banco lembra que os trabalhadores podem resolver as demandas do benefício através do próprio aplicativo do FGTS. Os telefones da Caixa também são opções disponíveis. Moradores de capitais e regiões metropolitanas podem ligar para 4004-0104, já os moradores das demais regiões podem entrar em contato pelo 0800-104-0104. 

Sempre há a possibilidade de esclarecer dúvidas diretamente em uma agência da Caixa Econômica. Explicando que, movimentações não reconhecidas pelos beneficiários poderão ser entendidas como golpe do FGTS. Neste caso, é possível registrar contestações em qualquer unidade do banco, desde que tenha em mãos o CPF e o documento de identificação. 

Golpe do FGTS

O golpe do FGTS tem como alvo mais recente, o saque extraordinário de até R$ 1 mil, que vem sendo liberado há mais de um mês. Nas datas de depósitos, antes mesmo dos reais beneficiários tomarem conhecimento, os golpistas invadem o sistema e resgatam o dinheiro se passando pelos titulares. 

A arma usada neste crime é o uso indevido dos dados cadastrais. É o que aconteceu com Suelen dos Santos, que teve a conta invadida e os dados clonados. Ela só descobriu que se tratava de fraude após um amigo também cair no golpe do FGTS. Mesmo após solicitar o resgate extraordinário, o saque foi feito por terceiros antes mesmo dela verificar o depósito. 

O perigo está associado ao fato de que o fundo de garantia de até R$ 1 mil é liberado automaticamente em uma conta poupança social digital no Caixa Tem. Para acessar a conta, basta validar os dados pessoais no aplicativo, sem precisar ir até uma agência da Caixa. 

É justamente neste momento em que o golpe do FGTS é aplicado. Por isso, é preciso ter bastante atenção e cuidado, não deixando o resgate para o último instante e conferindo todas as informações inseridas na plataforma.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.