Auxílio Brasil de junho é confirmado: confira o calendário, valores e regras

Pontos-chave
  • Auxílio Brasil é confirmado para junho;
  • Segurados devem atualizar os dados no CadÚnico;
  • Tabela com valores foi atualizada pelo governo.

Prestes a encerrar um ciclo, Auxílio Brasil confirma os pagamentos do próximo mês. Os mais de 17 milhões de beneficiários devem ficar atentos, com o fim dos repasses de maio previsto para o próximo dia 31, serão abertas as consultas para verificar a permanência no projeto. Entenda.

Auxílio Brasil: benefícios de abril começam a ser pagos na quinta (14); confira valores e calendário
Auxílio Brasil: benefícios de abril começam a ser pagos na quinta (14); confira valores e calendário. (Imagem: FDR)

O Auxílio Brasil é pago mensalmente para os cidadãos em situação de vulnerabilidade social. No mês de maio, cerca de 18 milhões de segurados foram contemplados, para junho a previsão é de que este número varie entre 17 milhões e 18,3 milhões.

Como saber se recebo o Auxílio Brasil em junho?

Assim que concluir essa rodada, o Ministério da Cidadania fará uma triagem pelos dados do CadÚnico. A ideia é revisar se a documentação dos beneficiários está em dia. Aqueles com qualquer erro ou desatualização estão sujeitos a ter o abono cancelado.

Para evitar a suspensão, atualize seus dados do CadÚnico pela internet

A renovação dos informes pode ser feita online, basta seguir as etapas abaixo:

  • Acesse o app ou site. O app está disponível na Play Store e na Apple Store;
  • Algumas opções aparecerão logo na primeira tela. É preciso clicar em “Atualização cadastral por confirmação”;
  • O usuário deverá fazer login com o CPF e a senha da conta Gov.br (veja como criar uma conta Gov.br);
  • Serão mostrados os blocos de Endereço da Família e Composição Familiar. Recomenda-se começar pelo bloco de Endereço da Família e depois passar ao de Composição Familiar. O usuário deverá conferir se todas as informações apresentadas continuam inalteradas;
  • No bloco de Composição Familiar, o usuário será questionado se houve alteração no número de membros da família. Em seguida, será preciso confirmar se os dados relativos a cada membro continuam os mesmos;
  • O usuário deverá, então, selecionar a opção em que confirma a veracidade dos dados informados;
  • Por fim, será preciso clicar no botão “Confirmar dados do Cadastro Único”.

Quais são as regras para receber o Auxílio Brasil de junho?

  • Ter renda familiar per capita de até R$ 89; ou
  • Ter renda familiar per capita de até R$ 178 (no caso de famílias que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças e/ou adolescentes até 17 anos);
  • Estar inscrito no CadÚnico;
  • Estar com dados atualizados no CadÚnico há, pelo menos, dois anos.
  • Crianças e adolescentes com idade escolar (entre 6 e 15 anos) devem ter, no mínimo, 85% de presença nas aulas;
  • Os jovens entre 16 e 17 anos, a frequência mínima exigida é de 75%;
  • Crianças menores de 7 anos precisam estar com as vacinas em dia e devem comparecer ao posto de saúde para realizar o monitoramento e o acompanhamento do crescimento;
  • Gestantes devem comparecer às consultas de pré-natal e participar de atividades educativas ofertadas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável;
  • Acompanhamento de saúde das mulheres que possuem 14 a 44 anos de idade.

Nova tabela de valores, benefícios e público alvo

Benefícios Quem tem direito Duração e número de benefícios por família
Benefício Primeira Infância Famílias com crianças de 0 a 36 meses incompletos Até cinco / Sem prazo
Benefício Composição Familiar Famílias com gestantes ou com integrantes de três a 21 anos incompletos. Integrantes de 18 a 21 anos precisam estar matriculados no ensino básico. Até cinco / Sem prazo
Benefício de Superação da Extrema Pobreza Famílias com renda familiar mensal per capita, calculada após o acréscimo dos benefícios financeiros anteriores, igual ou inferior ao valor da linha de extrema pobreza Não há limite / Sem prazo
Auxílio Esporte Escolar Estudantes (entre 12 e 18 anos incompletos) de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil que se destacarem nos Jogos Escolares Brasileiros Não há limite / Parcela única e mais 12 parcelas mensais por estudante
Bolsa de Iniciação Científica Júnior Estudantes de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil que se destacarem em competições acadêmicas e científicas nacionais Não há limite / 12 parcelas mensais
Auxílio Criança Cidadã Responsável de família beneficiária do Auxílio Brasil, com criança de 0 a 48 meses incompletos, que tenha conseguido fonte de renda mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas conveniadas Regulamento definirá quantidade / Até a criança completar 48 meses
Auxílio Inclusão Produtiva Rural Agricultores familiares inscritos no Cadastro Único Pagamento de até 36 meses
Auxílio Inclusão Produtiva Urbana Beneficiários do Programa Auxílio Brasil que comprovarem vínculo de emprego formal Um benefício por pessoa e por família
Benefício Compensatório de Transição Famílias beneficiárias do Bolsa Família que tiverem redução no valor recebido após o enquadramento no Auxílio Brasil Concedido na implementação do Auxílio Brasil e mantido até que haja revisão da elegibilidade e do valor

 

Calendário do Auxílio Brasil em junho

  • NIS com final 1: recebem e podem sacar dia 17 de junho
  • NIS com final 2: recebem e podem sacar dia 20 de junho
  • NIS com final 3: recebem e podem sacar dia 21 de junho
  • NIS com final 4: recebem e podem sacar dia 22 de junho
  • NIS com final 5: recebem e podem sacar dia 23 de junho
  • NIS com final 6: recebem e podem sacar dia 24 de junho
  • NIS com final 7: recebem e podem sacar dia 27 de junho
  • NIS com final 8: recebem e podem sacar dia 28 de junho
  • NIS com final 9: recebem e podem sacar dia 29 de junho
  • NIS com final 0: recebem e podem sacar dia 30 de junho

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.