IR 2022: confira tudo o que você precisa saber para declarar seus investimentos de renda fixa

Apesar do imposto sobre investimentos de renda fixa, ser retido na fonte (o valor é descontado diretamente da aplicação), é obrigação do investidor declarar seus investimentos.

publicidade

Mesmo as aplicações que são isentas de imposto de renda, como Poupança, LCI e LCA devem ser declaradas.

Abaixo um passo a passo simples, para você declarar investimentos de renda fixa no Imposto de Renda sem erros e não cair na malha fina:

Informe de rendimentos

Baixe o informe de rendimentos na instituição que você fez os investimentos. Algumas instituições costumam enviar por e-mail ou pelos Correios. Faça os lançamentos respeitando as informações que constam no informe.

publicidade

Lançamento no programa de declaração do imposto de renda da Receita Federal

Abaixo separamos por investimento de renda fixa:

Poupança

Guia “Bens e Direitos”:

1: Selecione o grupo “04 – Aplicações e Investimentos” e depois o código “01 – Depósito em conta poupança”.

2: Informe CNPJ da instituição financeira que você investiu.

3: Em Discriminação: O nome da instituição financeira.

4: Informe o saldo dos investimentos em 31/12/2020 e 31/12/2021.

publicidade

 

Guia “Rendimentos Isentos e não Tributáveis”:

Selecione a opção “12 – Rendimentos de cadernetas de poupança, letras hipotecárias, letras de crédito do agronegócio e imobiliário (LCA e LCI) e certificados de recebíveis do agronegócio e imobiliários (CRA e CRI)” e preencha CNPJ, nome da fonte pagadora e valores.

publicidade

Tesouro Direto, CDB, LC, RDB e Debênture comum

Guia “Bens e Direitos”:

1: Selecione o grupo “04 – Aplicações e Investimentos” e depois o código “02 – Títulos públicos e privados sujeitos à tributação”

2: Informe CNPJ da instituição financeira que você investiu.

publicidade

3: Em Discriminação: O nome da instituição financeira.

4: Informe o saldo dos investimentos em 31/12/2020 e 31/12/2021.

 

publicidade

Guia “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”:

Selecione a opção “06 – Rendimentos de aplicações financeiras” e preencha CNPJ, nome da fonte pagadora e valores.

LCI, LCA, CRI, CRA e Debênture incentivada

Guia “Bens e Direitos”:

publicidade

1: Selecione o grupo “04 – Aplicações e Investimentos” e depois o código “03 – Títulos isentos de tributação”.

2: Informe CNPJ da instituição financeira que você investiu.

3: Em Discriminação: O nome da instituição financeira.

publicidade

4: Informe o saldo dos investimentos em 31/12/2020 e 31/12/2021.

 

Guia “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”:

publicidade

Selecione a opção “12 – Rendimentos de cadernetas de poupança, letras hipotecárias, letras de crédito do agronegócio e imobiliário (LCA e LCI) e certificados de recebíveis do agronegócio e imobiliários (CRA e CRI)” e preencha o CNPJ, nome da fonte pagadora e valores.

Importante: Cada investimento deve ser lançado separadamente, mesmo que você tenha mais de um CDB na mesma instituição, por exemplo. É necessário lançar separado, pois as aplicações não foram realizadas na mesma data.

Começou a investir em renda fixa por causa da alta da Selic?

publicidade

Um forte abraço, boa declaração e bons investimentos!

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Cleiton Vicente
Formado em Administração de Empresas, pós-graduado em Finanças com especializações em Investimentos, Psicologia Econômica e Planejamento Financeiro. Founder da "Finanças.Vc" e atua como Consultor de Finanças Pessoais e Investimentos com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro. No FDR, possui sua própria coluna com dicas e orientações sobre como investir com segurança e de forma descomplicada.