Problemas no Nubank? Usuários apontam instabilidade no aplicativo

Na tarde de ontem, 16, o aplicativo do Nubank passou por instabilidades. Entre os problemas enfrentados pelos usuários estavam falhas no acesso e também no PIX. 

De acordo com o site DownDetector, que acompanha estes problemas em empresas dos mais variados setores, detectou que por volta das 17h, aconteceu um pico de reclamações. Destas queixas, 56% eram referentes a transações via Pix, 39% por falhas no login no app e 5% por problemas nas operações online.

Diversos usuários utilizaram a rede social Twitter para relatar problemas ao acessar o aplicativo e efetuar transações. 

“Só o meu app do Nubank que está fora do ar?”, perguntou um usuário. “Nubank, é sério, eu quero entrar na minha conta”, disse outra internauta.

Me ajude Nubank preciso movimentar a conta”, relatou outro usuário. “Me digam que vocês também não estão conseguindo abrir o app do Nubank“, disse outro usuário.

O que disse o Nubank?

A fintech disse através de nota que as operações tinham sido normalizadas.

Nubank lança novo recurso que permite negociar criptomoedas

O Nubank anunciou seu ingresso no mercado de criptomoedas, o que permitirá que sejam feitas transações com ativos digitais através do aplicativo. O serviço de compra e venda já está operando e neste início funcionará com Bitcoin e Ethereum, com valor mínimo de operação de R$ 1,00.

Através de um comunicado, o Nubank disse que esta novidade será disponibilizada de maneira gradual para a base clientes brasileiros até o fim do próximo mês.

“Não existem dúvidas que as criptomoedas são uma tendência crescente na América Latina. Temos acompanhado o mercado de perto e acreditamos que existe um potencial transformacional na região”, disse David Velez, CEO e fundador do Nubank.

“Ainda assim, a experiência de transacionar criptoativos é muito nichada, uma vez que os clientes têm poucas informações para sentirem confiança ao entrar nesse novo mercado ou se sentem frustrados com sistemas complexos”, completou David ressaltando que o uso da plataforma será simples e intuitivo para facilitar o acesso ao mundo cripto.

Segundo o Nubank, os clientes poderão adquirir, manter e vender Bitcoin e Ethereum diretamente no aplicativo, sem precisar abrir contas em outras instituições ou transferir dinheiro. A fintech disse ainda que está fazendo um trabalho de curadoria para inserir a opção de mais opções de criptos no futuro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.