Vale a pena parcelar o IPVA? 61% das pessoas tomaram a mesma decisão

Na hora de pagar o IPVA, muitos brasileiros têm optado por parcelar o imposto. Pelo menos 61% das pessoas tomaram a mesma decisão.

Em levantamento feito pela startup especializada em parcelamento de débitos, Zapay, juntamente com os órgãos de trânsito, foi constatado que a maioria das pessoas têm optado por parcelar o IPVA 2022.

Detalhes do levantamento

De acordo com os dados da pesquisa, a forma mais escolhida pelos usuários de parcelar o pagamento do imposto é dividindo em 12 vezes, cerca de 22% das pessoas optaram pela modalidade. Entre os estados em que os motoristas mais escolheram pagar dessa forma, estão: Alagoas, com 24%; Minas Gerais, com 23%; e Paraíba, com 23%.

Os estados em que os motoristas preferiram se livrar de vez do IPVA, pagando em apenas uma parcela, foram: Ceará, com 26%; Rio Grande do Norte, com  19%; e Maranhão, com 18%.

Mais detalhes da pesquisa feita pelo Zapay indicam um aumento no número de motoristas que realizaram o pagamento do IPVA 2022 ainda em fevereiro. Em comparação com o mesmo mês de 2021, o crescimento é de 137% em todo país. Avaliando por estado, os que mais constam pagamentos do imposto em fevereiro deste ano, são: Rio Grande do Sul, com 765%; Espírito Santos, com 600%; Minas Gerais, com 259%; e Ceará, com 266%.

Neste ano, o ticket médio do IPVA no Brasil foi de R$ 1.043,00. O imposto é cobrado anualmente pelas autoridades governamentais para o mantimento de diversos serviços públicos, além da melhoria de ruas e rodovias. Segundo o CEO da Zapay, Calleb Mendes, os valores arrecadados são distribuídos para a aplicação. “20% do valor arrecadado pelo imposto é repassado para o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), 50% para o estado e 50% para o município onde o veículo está registrado”, explica o CEO da Zapay.

A Zapay tem auxiliado motoristas no pagamento de débitos como multas, IPVA e licenciamentos. De acordo com a empresa, as multas representam 42,95% das transações de 2022 até o momento, enquanto o IPVA aparece na sequência, com 30,11% e licenciamento com 25,2%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.