NFT’s vão entrar de vez no Instagram; saiba mais

Nesta segunda, 9, o CEO da Meta, Mark Zuckerberg, comunicou através de um vídeo que a rede social Instagram vai iniciar os testes de integração com NFT’s (tokens não fungíveis) ainda esta semana.

A notícia já havia sido antecipada pelo CoinDesk, que informou que as blockchains selecionadas são a Ethereum, Polygon, Solana e Flow.

No entanto, Mark não entrou em maiores detalhes a respeito de quais blockchains receberiam suporte nesta primeira fase. 

“Estamos começando a criar NFTs não apenas em nosso metaverso e no Reality Labs, mas também em nossa família de aplicativos. Vamos trazer funcionalidades semelhantes para o Facebook em breve”, afirmou Zuckerberg no vídeo.

A Meta disse ainda que vem trabalhando em NFTs tridimensionais de realidade aumentada através de seu software Spark AR, que ganhará compatibilidade primeiramente com a ferramenta stories do Instagram.

Em uma postagem no Twitter, um representante da companhia disse que as carteiras de terceiros compatíveis neste momento serão Metamask, Rainbow e TrustWallet. Ao conectar suas carteiras, os usuários terão a oportunidade de provar a propriedade do NFT, exibi-los em seus perfis e marcar os criadores das artes.

No último final de semana, a CoinDesk afirmou que o Instagram não irá cobrar dos usuários por posts e compartilhamento de NFTs, indo na contramão do Twitter.

Mercado de NFT’s está colapsando

O mercado de NFT’s está colapsando. As vendas de tokens não fungíveis despencaram para uma média de cerca de 19 mil por dia nesta semana, uma redução de 92% em comparação com o pico de quase 225 mil no mês de setembro do ano passado, segundo o portal de dados NonFungible.

A quantidade de carteiras ativas no mercado de NFTs caiu 88%, para cerca de 14 mil na semana passada, de uma alta de 119 mil em novembro.

Os NFTs são tokens digitais similares ao bitcoin que são uma espécie de certificado de propriedade mantido em um blockchain. O crescimento dos juros deteriorou as arriscadas apostas nos mercados financeiros e as NFTs fazem parte do grupo mais especulado.

Diversos donos de NFTs estão observando que seus investimentos estão valendo notavelmente menos do que quando os adquiriam.

A desigualdade entre oferta e demanda vem prejudicando o mercado de NFTs. Existe atualmente uma média de cinco NFTs para cada comprador, segundo dados da empresa de análise Chainalysis. Até o final do mês passado, foram vendidos 9,2 milhões de NFTs, que foram adquiridos por 1,8 milhão de pessoas, segundo  a empresa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.