Tesouro Direto: juros de um dos títulos bateu novo recorde; saiba qual é e como investir

Na tarde da última sexta-feira (6), as taxas dos títulos do Tesouro Direto registraram forte alta. Isso aconteceu em um dia de aversão mundial ao risco. Os títulos prefixados chegaram à rentabilidade máxima.

Tesouro Direto: juros de um dos títulos bateu novo recorde; saiba qual é e como investir
Tesouro Direto: juros de um dos títulos bateu novo recorde; saiba qual é e como investir (Imagem: Montagem/FDR)

Ao InfoMoney, o sócio da Nexgen Capital, Luiz Carlos Corrêa, afirma que o sentimento de aversão tem relação com a preocupação dos investidores com a inflação global. Outra inquietação é o posicionamento de bancos centrais para conter o aumento dos preços.

Nos Estados Unidos, as pressões inflacionárias foram potencializadas pelos dados do payroll. Em abril, houve a criação de 428 mil vagas de emprego fora do setor agrícola. Este foi o menor nível em dois anos. O resultado foi divulgado na última sexta-feira.

O especialista explica que o aumento nos juros norte-americanos provoca aversão ao risco nos investimentos. Isso porque os EUA podem entrar em recessão.

Corrêa ainda afirma que outro ponto de preocupação é o Banco Central Europeu (BCE), por não tomar as ações necessárias para enfrentar a inflação mundial.

Taxas de títulos prefixados do Tesouro Direto registraram recordes

Todas as taxas dos títulos prefixados atingiram novos recordes na última sexta. O Tesouro Prefixado, com juros semestrais, proporcionava rentabilidade anual de 12,63%. O valor ficou acima do dia anterior, que já tinha sido recorde.

As rentabilidades máximas também foram vistas no Tesouro Prefixado 2025 e Tesouro Prefixado 2029. Os retornos anuais foram, respectivamente, de 12,58% e 12,55% às 15,19.

Essas foram as taxas anuais oferecidas aos títulos públicos do Tesouro Direto na tarde da última sexta-feira:

  • TESOURO PREFIXADO 2025: 12,58%
  • TESOURO PREFIXADO 2029: 12,55%
  • TESOURO PREFIXADO com juros semestrais 2033: 12,63%
  • TESOURO SELIC 2025: SELIC + 0,1375%
  • TESOURO SELIC 2027: SELIC + 0,1869%
  • TESOURO IPCA+ 2026: IPCA + 5,51%
  • TESOURO IPCA+ 2035: IPCA + 5,72%
  • TESOURO IPCA+ 2045: IPCA + 5,72%
  • TESOURO IPCA+ com juros semestrais 2032: IPCA + 5,65%
  • TESOURO IPCA+ com juros semestrais 2040: IPCA + 5,70%
  • TESOURO IPCA+ com juros semestrais 2055: IPCA + 5,80%

Como investir no Tesouro Direto

  1. Simule seu investimento: simule qual é o melhor título público para suas necessidades;
  2. Realize seu cadastro: o cadastro do Tesouro Direto precisa ser realizado diretamente em bancos e corretoras habilitados;
  3. Transfira valores: deposite ou transfira o dinheiro para a instituição financeira que você efetuou o cadastro;
  4. Comece a investir: é possível investir pela plataforma da instituição em que efetuou o cadastro, pelo portal ou aplicativo oficial do Tesouro Direto.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.