Enem terá novo formato; como será a prova? Quando ocorrem as mudanças?

Enem terá novo formato. A novidade no modelo de prova e outras mudanças passam a valer a partir de 2024.

De acordo com o Ministério da Educação, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá um novo modelo a partir do ano de 2024. As informações fazem parte do documento feito pelo GT composto por membros do MEC, além de entidades da educação, bem como o CNE, Consed, Undime e outras.

Uma prévia do documento foi apresentada pelo GT ainda em março, tendo seguido para homologação de Milton Ribeiro, o então Ministro da Educação.

Mudanças no Enem

Segundo o documento divulgado, a prova será formada por dois instrumentos, sendo uma para todos os participantes e outra optativa.

A prova comum para todos os participantes deve avaliar as competências e habilidades da formação geral, de acordo com a BNCC, a Base Nacional Comum Curricular, que traz ênfase para a língua portuguesa e matemática, além da redação dissertativa argumentativa e língua estrangeira que também deve compor o exame. Já para a combinação optativa, os estudantes serão avaliados pelos itinerários formativos que dependerão do curso do ensino superior que o mesmo pretende cursar.

Outro ponto que vale ser destacado é que a prova terá questões discursivas e itens de língua inglesa integradas às demais áreas do conhecimento avaliadas no exame. Quanto a essas novidades, o Ministério da Educação não informou se serão aplicadas já na edição de 2024 do Enem.

Provas digitais marcam a transição tecnológica

Referente às mudanças tecnológicas que devem ser apresentadas no novo Enem, o início da transição gradual para as provas digitais e correção automatizada também devem acontecer, segundo o documento divulgado.

O Ministério da Educação irá adotar as novas tecnologias bem como plataformas adaptativas e de inteligência artificial como parte do processo com intuito de acelerar a divulgação dos resultados do exame.

Apesar da integração tecnológica, as provas físicas serão mantidas pelo tempo necessário, enquanto a inclusão digital não for possível a todos os participantes. 

De acordo com o MEC, será criado um comitê de governança do Enem para que a incorporação das mudanças propostas ocorra da melhor maneira, bem como para garantir transparência durante o processo de aperfeiçoamento do Enem.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.