Programa gratuito de educação financeira é lançado por escritório de investimentos

Programa gratuito lançado por escritório de investimentos oferece educação financeira gratuita. O projeto é uma parceria da Blue3 Investimentos juntamente com a MooneyEdu e tem como foco a qualificação de jovens para o mercado de trabalho.

O programa de educação financeira tem como público alvo, jovens de 14 a 24 anos. Serão 1.100 vagas para estudantes que já se encontram no mercado de trabalho como menor e jovem aprendiz. Outra exigência é de que os interessados estejam cursando ou tenham terminado o ensino médio ou fundamental em escola pública.

Educação financeira para jovens no início da carreira

A fase inicial do projeto atenderá 450 jovens com as primeiras turmas nas cidades de Ribeirão Preto-SL e Goiânia- GO. Os alunos devem estar inseridos em programas de aprendizagem de instituições não governamentais.

Para o CEO da Blue3 Investimentos, Wagner Vieira,  o programa é uma ótima oportunidade para dar acesso à educação financeira a jovens no início da carreira. “Ao desenvolver esse novo projeto de educação financeira entre os jovens, a Blue3 quer incentivar a cidadania financeira, a disseminação de informação gratuita. Investir em jovens que estão iniciando no mercado de trabalho e, com acesso a remuneração, ensinar no ‘berço’ o desafio de gerir o dinheiro”, afirma Vieira.

O curso na cidade de Ribeirão Preto acontecerá na instituição Casa do Contabilista. Serão 120 jovens contemplados com o programa de educação financeira. Na cidade de Goiânia, o curso contemplará 330 jovens do Círculo de Apoio à Aprendizagem Profissional (CAMP-GO). 

Sobre o curso

O curso conta com treinamentos e capacitações referentes à educação financeira. Todas as aulas da Mooney possuem suporte de trilha de conhecimento que conta com o uso de aplicativo como recurso pedagógico para contribuir com o aprendizado.

Os professores que participam do programa são previamente capacitados, participando de treinamentos para levar a metodologia da startup para os alunos.

Interessados devem estar inseridos em programas de aprendizagem desenvolvidos pelas instituições filantrópicas parceiras do programa. A inscrição é feita pela própria instituição filantrópica que inscreve seus alunos que cumprem com os pré-requisitos citados ao longo da matéria. Os inscritos devem ser atendidos durante o ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.