Como consultar o meu PIS para saber o saldo do FGTS?

O calendário do saque extraordinário do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) ficará em vigor até o dia 15 de junho. O resgate se limita a R$ 1 mil, mas pode ser interessante consultar o saldo do FGTS antes de receber os valores. Para isso, será necessário ter o número do Programa de Integração Social (PIS) em mãos. 

Como consultar o meu PIS para saber o saldo do FGTS?
Como consultar o meu PIS para saber o saldo do FGTS? (Imagem: FDR)

O Programa de Integração Social (PIS) foi criado pelo Governo Federal no intuito de beneficiar os trabalhadores do setor privado. Ele permite o acesso a diversos benefícios no âmbito federal, além de contribuir no desenvolvimento das empresas.

O número do PIS pode ser encontrado na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Cartão Cidadão e nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF). No geral, o PIS pode ser consultado pelos seguintes canais remotos:

  • Carteira de Trabalho Digital;
  • Aplicativo FGTS;
  • Aplicativo Caixa Tem;
  • Site ou app Meu INSS;
  • Telefone 135 ou 0800-7260207.

O número do PIS é necessário caso o trabalhador opte por realizar a consulta de saldo do FGTS pelo site da Caixa Econômica. É só seguir estas etapas:

  • Clique aqui para acessar o site oficial do FGTS Extraordinário;
  • Em seguida, insira o CPF ou o número do PIS para iniciar a consulta. Para validar o seu acesso, é necessário autenticar com senha e com código recebido pelo celular;
  • Após essas etapas, é possível conferir a previsão de pagamento do seu Saque Extraordinário do FGTS;

O FGTS extraordinário faz parte do pacote de medidas de estímulo elaborado pelo Governo Federal no intuito de reaquecer a economia do país. A princípio, todo o trabalhador com carteira assinada automaticamente adquire o direito ao FGTS, logo, terá a oportunidade de efetuar o saque de R$ 1.000 em breve. 

No entanto, é preciso prestar atenção em dois fatores. O primeiro é que a quantia mencionada é o máximo que o trabalhador poderá sacar. Segundo, será considerada a soma de todo o saldo presente em contas ativas e inativas. Para atendê-los, o Governo Federal fez um investimento aproximado de R$ 30 bilhões, os quais devem retornar para a economia do país.

Calendário do saque de até R$ 1.000 do FGTS

O cronograma de liberações foi organizado com base no mês de nascimento do trabalhador, veja:

  • Nascidos em janeiro: 20 de abril;
  • Nascidos em fevereiro: 30 de abril;
  • Nascidos em março: 04 de maio;
  • Nascidos em abril: 11 de maio;
  • Nascidos em maio: 14 de maio;
  • Nascidos em junho: 18 de maio;
  • Nascidos em julho: 21 de abril;
  • Nascidos em agosto: 25 de abril;
  • Nascidos em setembro: 28 de abril;
  • Nascidos em outubro: 1º de junho;
  • Nascidos em novembro: 08 de junho;
  • Nascidos em dezembro: 15 de junho.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.