Dia das Mães 2022: confira dicas para não cair em golpes

No dia 8 de maio, o país comemora o Dia das Mães 2022. Muitos consumidores aproveitam essa data para comprar presentes. Apesar disso, existem criminosos que aproveitam a ocasião para aplicar golpes e fraudes no e-commerce. Descubra dicas para não cair em golpes nesse período.

Dia das Mães 2022: confira dicas para não cair em golpes
Dia das Mães 2022: confira dicas para não cair em golpes (Imagem: Montagem/FDR)

O Dia das Mães possui a segunda maior movimentação financeira, atrás somente do Natal. Apesar do aumento dos preços, um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) indicou que 79% dos consumidores devem fazer, pelo menos, uma compra para a data desse ano.

A pesquisa ainda aponta que grande parte das compras deve acontecer de modo online. Diante do grande número de procuras de compras digitais, os criminosos aproveitam a data para tentar enganar os consumidores.

Segundo o diretor comercial da DINAMO Networks, e especialista em segurança digital, Ronaldo Eschiezaro, no país, existem quatro tentativas de fraudes financeiras online por minuto.

Principais tipos de golpes para se atentar no Dia das Mães

Entres os golpes para tomar cuidado no Dia das Mães, estão:

  • Compra confirmada: o golpista usa um falso comprovante de pagamento e envia para o vendedor, fazendo ele acreditar que já foi depositado o valor da compra. Este foi o golpe mais aplicado no ano passado.
  • Roubo de dados: os criminosos induzem o alvo a clicar em links maliciosos enviados por e-mails e mensagens e e-mails, ou enviam sites falsos de alguma loja conhecida.
  • Anúncios falsos: com o objetivo de atrair as vítimas, são divulgados anúncios de produtos com promoções chamativas nas plataformas de compra e venda.
  • Invasão de conta: os golpistas conseguem acesso às credenciais da vítima. Isso por meio do vazamento de dados ou de brechas na segurança.

Dicas para os consumidores aumentarem a segurança no Dia das Mães 2022

Devido ao grande número de lojas virtuais e de truques usados pelos golpistas — especialmente em datas comemorativas —, é muito importante que os consumidores tomem bastante cuidado. A população deve tomar ações preventivas para assegurar compras seguras, como:

  • Não acreditar em promoções fora do comum
  • Utilizar aplicativos e acessar sites confiáveis e verificados
  • Não salvar os dados pessoais no navegador
  • Utilizar senhas difíceis e diferentes em cada plataforma
  • Usar o cartão virtual nas compras online
  • Ficar atento à fatura

Como aumentar a segurança do e-commerce

Ronaldo Eschiezaro explica que um dos modos mais indicados para aumentar a segurança do e-commerce é implementando o segundo fator de autenticação dos usuários.

“Para combater as fraudes, é preciso uma solução que valide a identidade dos usuários e dispositivos em dois momentos, como a DINAMO OTP, da DINAMO Networks”, afirma o especialista.

Ele destaca que, com a criação de senhas dinâmicas — que se alteram a cada 30 segundos — toda operação no e-commerce se torna mais segura. Isso porque é impossível copiar a senha e utilizá-la novamente.

O especialista alega que outra opção é a solução em HSM, que realiza a guarda segura de chaves, otimiza o desempenho e possui suporte em ambientes mobile — como iOS e Android. Essa solução pode ser usada e integrada em todos os procedimentos.

O diretor comercial afirma que, atualmente, os cofres digitais são a opção de segurança mais usada em e-commerces, internet banking, aplicativos e outros serviços online. Isso porque, com a utilização da criptografia, essa solução oferece proteção e gerenciamento de dados em um só lugar.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.