Jovem Aprendiz: programa é benéfico para todos; entenda como funciona

O Programa Jovem Aprendiz oferece oportunidade de primeiro emprego aliada à aprendizagem para a juventude brasileira. Além disso, ele traz benefícios também para as empresas contratantes.

Jovem Aprendiz: programa é benéfico para todos; entenda como funciona
Jovem Aprendiz: programa é benéfico para todos; entenda como funciona (Imagem: FDR)

O mercado de trabalho tem uma espécie de tendência a exigir que os trabalhadores tenham experiencia prévia.

O Programa Jovem Aprendiz é voltado exatamente a essa questão, a possibilidade de adquirir conhecimentos de forma teórica e prática.

Além de tudo isso, o programa também possibilita a inclusão de jovens em situação de vulnerabilidade social no mercado de trabalho.

Vantagens do Jovem Aprendiz para as empresas

A primeira grande vantagem é a possibilidade de treinamento de um colaborador dentro dos padrões empresariais; justamente pela falta de experiência anterior, o jovem tem mais facilidade em se adequar as políticas internas, por exemplo.

Outra vantagem é a rede envolvida no programa, que inclui analistas de acompanhamento, assistentes sociais e psicólogas sociais.

Esses profissionais interagem com o superior imediato do colaborador na empresa e com seus familiares, ajudando em seu crescimento pessoal, com suporte em sua formação como profissional e cidadão.

É importante lembrar dois pontos estabelecidos pelo Programa de Aprendizagem Profissional, instituído pela Lei de Aprendizagem (Lei no 10.097/2.000):

Primeiro os direitos do aprendiz, que incluem 13º salário, jornada de trabalho menor que em um emprego efetivo, férias remuneradas, entre outros pontos.

O segundo é quanto a empresa, pela Lei da Aprendizagem, as empresas nacionais, de médio e grande porte, devem contratar jovens aprendizes em cotas que variam entre 5% e 15% do total do seu quadro de funcionários.

A lei também estabelece que o contrato de aprendizagem tem duração de 2 anos (lembrando que em alguns casos é possível uma quebra), durante esse período a empresa deve oferecer ao aprendiz a capacitação necessária para a realização das suas atividades.

É muito comum que as empresas busquem parceria com instituições de ensino que serão as responsáveis pela parte teórica do programa, como o Senai e Senac.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.