Nova cerveja artesanal aceita apenas pagamentos com criptomoedas; conheça

Nova cerveja artesanal aceita apenas pagamento com criptomoedas. A CriptoBeer terá rótulos temáticos que indicam ser um produto do mercado cripto.

A notícia foi divulgada por um dos sócios da empresa através de um grupo do Facebook. José Bonifácio Carvalho Silva Jardim é desenvolvedor de software e na postagem revelou o pré-lançamento do negócio que tem sido desenvolvido por anos.

“Quem me acompanha aqui no grupo sabe que sempre incentivei o uso da nano (e todas as criptos) como moeda de troca. Depois de várias tentativas de parceria com choperias, acabei seguindo com um projeto já de dois anos. O lançamento de uma cerveja exclusiva para o mercado cripto.”, disse Jardim em postagem.

Conheça mais da novidade

A empresa CriptoBeer surgiu da parceria entre José Bonifácio e a química formada pela USP e Mestre Cervejeira, Daniela Kristeller. Em entrevista, Bonifácio  conta que o empreendimento vai além de um projeto de cervejas temáticas relacionadas ao mercado cripto, a ideia é que sejam oferecidos ao consumidor produtos exclusivos ao mercado, o que deve movimentar a criptoeconomia e descentralizar o dinheiro digital.

A pré-venda terá uma quantidade limitada do produto, serão cerca de 250 packs, o equivalente a 2.000 unidades de 473ml. A compra deverá ser realizada por meio de reserva e pagamento com os criptoativos.

Outro diferencial é que cada lata contará com um hash, ou seja um código de 64 caracteres, que representa um marco, ou mesmo informação importante referente ao mercado financeiro.

Ativos aceitos no pagamento da CriptoBeer

Sobre o pagamento e quais criptoativos serão aceitos, o desenvolvedor de software e sócio da empresa afirmou que as principais criptomoedas do mercado estarão na lista. “Ainda não definimos exatamente quais moedas, mas com certeza as clássicas (BTC,ETH, LTC, XNO, Stable Coins, BNB); e tokens ERC-20 do Ethereum (provavelmente com login integrado na Metamask)”, afirma José Bonifácio.

O sócio da empresa ainda afirmou que possui preferência pelas moedas com baixas taxas. Por razões jurídicas, após o primeiro lote, a CriptoBeer pensa em passar a aceitar também o Real Brasileiro (BRL) nas vendas. Caso aconteça, a empresa não pretende abandonar a ideia de incentivo ao uso de criptoativos e clientes que optarem pelas moedas digitais garantirão descontos exclusivos no pagamento.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.