9 das 10 ruas mais caras de São Paulo têm cada vez menos comércios; entenda

Na cidade de São Paulo, as ruas com metro quadrado mais valorizado são, em grande parte, residenciais. Há poucos escritórios e estabelecimentos comerciais. Mapeamento, divulgado pelo InfoMoney, foi realizado pela Loft Analytics, braço da startup de compra de imóveis, que analisa dados do mercado imobiliário.

9 das 10 ruas mais caras de São Paulo têm cada vez menos comércios; entenda
9 das 10 ruas mais caras de São Paulo têm cada vez menos comércios; entenda (Imagem: Montagem/FDR)

Ao considerar as dez ruas com metro quadrado mais valorizado de São Paulo, em seis delas, os apartamentos residenciais equivalem a mais de 90% das unidades existentes nas vias.

A rua mais valorizada financeiramente da capital paulista é a rua Seridó, presente no Jardim Europa. O metro quadrado custa R$ 35 mil. Nela, há somente um imóvel comercial — onde funciona um spa exclusivo para moradores de um dos prédios.

Ao InfoMoney, o gerente de dados da área de comunicação da Loft, Fábio Takahashi, motivos diversos influenciam no preço do imóvel. Segundo ele, um deles é a uniformidade da rua. Por exemplo, se a presença de prédios novos for predominante, o preço tende a aumentar.

Takahashi também alega que, na via, é bastante importante o domínio de apartamentos — principalmente, nas ruas muito valorizadas de São Paulo. Isso porque conforme o preço do metro quadrado diminui, também reduz o predomínio de residências.

Das dez ruas mais caras da cidade, a menos residencial é a Av. Faria Lima. Ela possui mais de 55% imóveis que são escritórios e consultórios. Somente 6% são apartamentos.

As ruas mais caras de São Paulo

  1. Rua Seridó, Jardim Europa (R$ 35.098 por m²): 98.73% de apartamento em condomínio
  2. Praça Pereira Coutinho, Vila Nova Conceição (R$ 27.843 por m²): 93.94% de apartamento em condomínio
  3. Rua Frederic Chopin, Jardim Europa (R$ 26.762 por m²): 94.92% de apartamento em condomínio
  4. Rua Ministro Jesuíno Cardoso, Vila Olímpia (R$ 21.616 por m²): 68.45% de apartamento em condomínio
  5. Rua Franz Schubert, Jardim Europa (R$ 20.688 por m²): 96.2% de apartamento em condomínio
  6. Rua Domingos Fernandes, Vila Nova Conceição (R$ 20.489 por m²): 73.04% de apartamento em condomínio
  7. Rua Doutor Mário Ferraz, Itaim Bibi (R$ 19.405 por m²): 68.97% de apartamento em condomínio
  8. Rua Curitiba, Paraíso (R$ 19.237 por m²): 94.7% de apartamento em condomínio
  9. Rua Roberto Caldas Kerr, Alto de Pinheiros (R$ 18.685 por m²): 100% de apartamento em condomínio
  10. Avenida Brigadeiro Faria Lima, Vila Olímpia (R$ 18.615 por m²): 6.16% de apartamento em condomínio

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.