Turismo residencial surge como alternativa mais barata em 2022 para quem gosta de viajar

Realizar uma viagem durante as férias é algo comum na vida dos brasileiros, seja para conhecer um país ou um estado diferente. Entretanto, por conta da crise que afeta o Brasil, esse estilo de turismo está passando por uma transformação. As pessoas estão deixando de realizar longos trajetos em troca de frequentar pontos turísticos das próprias cidades, algo que chamamos de turismo residencial. Além do baixo custo, é uma experiência que valoriza a região onde existe mais intimidade e conhecimento. Esses são argumentos bem válidos para optar por isso.

Fonte: Unsplash

Segundo uma reportagem da CNN Brasil, as despesas de brasileiros com viagens ao exterior em 2021 ficaram em pouco mais de US$ 5 bilhões. Isso representa uma queda em comparação com os anos anteriores, sendo o menor número registrado desde 2005. Isso mostra que a tendência atual é de menos viagens para fora do Brasil e uma maior circulação de pessoas pelas cidades. Algo que abre espaço para esse turismo voltado aos cidadãos que preferem explorar os pontos turísticos do local onde mora, e assim evitam fazer gastos com uma viagem para os Estados Unidos ou para algum país europeu, por exemplo.

Esse movimento permite que mais pessoas possam aproveitar as férias, pois um turismo residencial significa menos custo com passagem, hospedagem e até mesmo pequenos traslados. Alguns sites especializados em viagem, como o Quanto Custa Viajar, mostram que uma pessoa sozinha pode gastar mais de R$ 5 mil durante uma simples viagem. Isso significa que deixar de fazer essa atividade pode trazer uma grande economia para as contas de uma família ou até mesmo de uma pessoa que mora sozinha.

O turismo residencial é uma tendência que ganhou força recentemente em todo o mundo, pois as pessoas começaram a valorizar as experiências mais próximas do cotidiano. Além disso, por conta da crise que afeta o Brasil desde 2020, é normal que aconteçam cortes de gastos no orçamento. Assim, o turismo está passando por uma grande mudança, onde as experiências locais ficam cada vez mais interessantes, e podem fazer com que a economia circule de maneira mais fácil.

Custos do turismo local

Um levantamento feito pelo blog oficial da Betway comprova que uma viagem para moradores locais pode sair mais barato do que alguns imaginam, principalmente no Rio de Janeiro. A cidade carioca aparece no artigo como a mais barata em comparação com Nova York e Tóquio. Enquanto a representante brasileira gera um custo de US$ 64 para aproveitar os pontos turísticos e restaurantes, os norte-americanos e os japoneses precisam desembolsar, respectivamente, US$ 280 e US$ 122.

Isso mostra que existe uma grande vantagem em morar no RJ, mesmo com alguns problemas enfrentados na cidade. As outras duas cidades sofrem com o preço alto em localidades mais voltadas para o turismo, pois são locais muito procurados por pessoas de todo o mundo. Em Tóquio, por exemplo, anualmente são mais de 30 milhões de turistas chegando para explorar as ruas e a cultura da capital do Japão.

Essa nova tendência promete causar até mesmo grandes impactos financeiros no turismo carioca. O artigo produzido pela equipe de caça-niqueis da Betway mostra que algumas projeções apontam para um faturamento de quase US$ 170 bilhões no Rio de Janeiro com os turistas, sejam locais ou estrangeiros. Além disso, nestes primeiros meses de 2022, serão contratados mais de 500 mil pessoas para trabalhar no setor, ou seja, a economia está se movendo de forma positiva.

Outras cidades

Além desses três grandes centros urbanos, outras cidades estão começando a ver o turismo residencial crescer. Regiões como Monte Verde, Campos do Jordão, Ilhabela, Penedo, Porto de Galinhas e Gramado podem servir de exemplo. Isso é uma evidência de que o turismo em 2022, e até mesmo nos próximos anos, estará mais voltado para o local e menos para o internacional.

Os custos de uma viagem para o estrangeiro são altos, e evitar isso pode ajudar muito no orçamento anual. Além disso, as cidades brasileiras possuem diversas atividades que encantam qualquer turista, inclusive os moradores da própria região. Aprender a fazer esse turismo residencial pode ser estranho no começo, mas vai se mostrar uma novidade interessante que não costumamos observar na rotina.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!