Combustível está muito caro? Confira dicas para aliviar os gastos

Desde o início da pandemia até o recente conflito na Ucrânia, a economia mundial vem enfrentando diversos problemas. A alta do preço do petróleo se refletiu nos preço do combustível no Brasil e como a Rússia é o terceiro maior produtor mundial da commodty, o cenário ficou ainda mais difícil. Com isso, buscar alternativas pode ser uma maneira de economizar.

O setor do transporte do nosso país passa por desafios diante dos reajustes nos altos preços dos combustíveis. Os produtos estão mais caros pelo transporte de mercadorias e, circular pela cidade está pesando cada vez mais nas finanças. 

“Os preços dos combustíveis em alta fazem com que o brasileiro repense a forma de se locomover. Alternativas podem ser exploradas para aliviar o bolso do consumidor. Apostar nos recursos tecnológicos é também uma alternativa para garantir praticidade durante o trajeto até o destino. Afinal de contas, ser menos refém de carro já é uma realidade para muitos, seja por razões econômicas, sustentáveis ou de saúde” disse Rodrigo Petroni, CEO da UPM2, startup paulista que desenvolve soluções para mobilidade urbana.

Rodrigo listou algumas opções alternativas para economizar com transporte:

  1. Andar a pé: Esta é a maneira mais econômica de se locomover e ainda traz mais saúde e sustentabilidade. Esse deslocamento é feito para ir até outros modais como ônibus, metrôs e bicicletários. Os brasileiros podem contar com recursos como aplicativos para celular que facilitam a sua transição pela cidade. Um exemplo é o SP Pass, lançado em 2021 pela startup paulistana UPM2, onde o usuário consegue utilizar a funcionalidade de traçar rotas antecipadamente seja a pé ou de ônibus.
  2. Transporte Coletivo: De acordo com a NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos), quase de 65% da população brasileira utiliza o ônibus, trem ou metrô como principal forma de transporte. Usar o sistema coletivo é uma maneira de descongestionar o transito, de economizar e de rapidez devido a utilização de corredores de ônibus. 
  • Bicicletas: Se locomover de bicicleta é uma forma econômica, que ainda traz mais saúde para o usuário e que ainda ajuda o meio ambiente. A malha cicloviária no Brasil está em crescimento, alguns estados já têm esse incentivo para os ciclistas percorrerem com mais segurança. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.