INSS: como funciona o recadastramento do programa? Sou obrigado a fazer?

A renovação de senhas e prova de vida do INSS acontecia anualmente nas instituições financeiras pagadoras de benefícios. O procedimento era presencial com apresentação de documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros) a um funcionário ou feito por biometria nos terminais de autoatendimento.

Porém, a obrigatoriedade do recadastramento foi suspensa por diversas vezes desde o início da pandemia da Covid-19, ou seja, meados de março de 2020. A atitude foi tomada como uma precaução à disseminação de um vírus desconhecido e que, a princípio, atingia em massa o público-alvo da renovação de fé, que também era o principal grupo de risco do novo coronavírus.

INSS: aposentados e pensionistas têm até dia 30 para recadastramento; confira quem é obrigado
(Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

Como alternativa, extinguindo a obrigatoriedade do comparacimento às agências bancárias, o INSS, em parceria com a Secretaria de Governo Digital (SGD) do Ministério da Economia, iniciou a prova de vida por biometria facial em agosto de 2020. O procedimento é feito por reconhecimento facial, com o uso da câmera do celular do cidadão, por meio dos aplicativos Meu INSS e gov.br, que oferece mais de 90 serviços digitais.

A modalidade digital de Prova de Vida continua sendo mais uma das alternativas para que o cidadão não precise comparecer a uma agência e se tornou possível com os parceiros digitais do Governo Federal, Dataprev e Serpro. Este serviço está ativo e pode ser acessado a qualquer momento pelo aplicativo Meu INSS.

Recadastramento pelo aplicativo Meu INSS

  • Faça o download do aplicativo Meu INSS e, em seguida, o login; 
  • Uma mensagem avisando que chegou a hora de realizar a prova de vida deve aparecer, com um botão nomeado “Instale o Meu gov.br”; 
  • Clique em “Autorizações”, selecione a pendência e clique em “Autorizar”; 
  • Para tirar a foto, o aplicativo pedirá para utilizar a câmera do celular para tirar fotos e fazer vídeos. Escolha “Permitir”; 
  • O sistema também solicitará uma informação do documento que está no cadastro do governo, como a data de emissão da CNH digital. Informe; 
  • Em seguida, posicione o rosto no centro do círculo na tela do celular. O sistema solicitará que o usuário faça alguns movimentos; 
  • Uma barra azul indicará quantos segundos faltam para a conclusão dos movimentos e, em seguida, a prova de vida será concluída. 

Cuidado com golpistas

Golpistas estão se aproveitando da suspensão da Prova de Vida para tentar obter dados pessoais dos beneficiários. As abordagens podem ocorrer por carta, e-mail, telefonema ou mensagem de celular (WhatsApp ou SMS).

Nos contatos, são falados todos os dados pessoais e enviada uma mensagem, por WhatsApp, pedindo para que o aposentado envie uma foto de um documento para finalizar o processo. A pessoa que fala é muito segura.

Assim, o INSS alerta a todos para que, caso recebam esse tipo de ligação, desliguem o telefone e não forneçam nenhuma informação. O INSS não faz contato por telefone para procedimento de prova de vida, procedimento que está suspenso

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.