13º Salário do INSS será pago em abril; quem recebe? Qual será o valor?

Os beneficiários do INSS poderão sacar o 13º salário de forma antecipada pelo terceiro ano seguido. O governo resolveu tomar a medida novamente, como forma de estimular a economia nesse momento delicado para o país e para o mundo. Mas afinal de contas, quem pode receber o benefício extra? Qual será o valor dele? Em que datas serão realizados os pagamentos? Essas e outras dúvidas nós esclarecemos a seguir.

Quando o 13º salário do INSS será pago?

O benefício extra do INSS estava previsto para ser pago nos meses de agosto e setembro, o que já significava uma antecipação em relação às datas usadas quando o 13º salário do INSS foi criado. Porém, assim como fez em 2020 e 2021, o governo do presidente Jair Bolsonaro resolveu antecipar o pagamento do benefício para abril e maio, junto com as folhas de pagamento desses meses.

Assim como no benefício regular, os pagamentos serão feitos de acordo com o final do número de benefício (ou seja, o último número antes do traço) e começarão por quem recebe um salário mínimo. Dessa forma, a primeira parcela do 13º começa a ser paga em 25 de abril, para quem tem número de benefício terminando em 1 e recebe benefício regular no valor de um salário mínimo (R$ 1.212).

Quem recebe benefícios maiores que um salário mínimo só começa a receber o 13º no dia 2 de maio. Para todos os grupos, os pagamentos da primeira parcela terminam em 6 de maio.

Já a segunda parcela começa a ser paga para quem tem benefício de um salário mínimo no dia 25 de maio. Quem recebe benefícios maiores será contemplado a partir do dia 1 de junho. Todos os pagamentos da segunda parcela do 13º serão feitos até 7 de junho. Confira a seguir o calendário completo.

Calendário do 13º salário do INSS em 2022:

Primeira parcela para benefícios de um salário mínimo:

  • Final 1 – 25/4
  • Final 2 – 26/4
  • Final 3 – 27/4
  • Final 4 – 28/4
  • Final 5 – 29/4
  • Final 6 – 2/5
  • Final 7 – 3/5
  • Final 8 – 4/5
  • Final 9 – 5/5
  • Final 0 – 6/5

Primeira parcela para benefícios maiores que um salário mínimo:

  • Finais 1 e 6 – 2/5
  • Finais 2 e 7 – 3/5
  • Finais 3 e 8 – 4/5
  • Finais 4 e 9 – 5/5
  • Finais 5 e 0 – 6/5

Segunda parcela para benefícios de um salário mínimo:

  • Final 1 – 25/5
  • Final 2 – 26/5
  • Final 3 – 27/5
  • Final 4 – 30/5
  • Final 5 – 31/5
  • Final 6 – 1/6
  • Final 7 – 2/6
  • Final 8 – 3/6
  • Final 9 – 6/6
  • Final 0 – 7/6

Segunda parcela para benefícios maiores que um salário mínimo:

  • Finais 1 e 6 – 1/6
  • Finais 2 e 7 – 2/6
  • Finais 3 e 8 – 3/6
  • Finais 4 e 9 – 6/6
  • Finais 5 e 0 – 7/6

Algum grupo receberá depois?

Sim. Aqueles que se tornarem beneficiários do INSS após maio, ou seja, após os pagamentos do 13º salário apresentados acima, só receberão o benefício extra em novembro, numa parcela única com valor integral.

Quem pode receber o 13º salário do INSS?

O 13º salário do INSS é pago para quem recebe os seguintes benefícios:

  • Aposentadorias
  • Pensão por morte
  • Auxílio-doença
  • Auxílio-acidente
  • Auxílio-reclusão

Outros benefícios, como BPC e salário maternidade, não são contemplados.

Qual o valor do 13º salário?

A maioria dos segurados receberão um benefício extra num valor igual ao do benefício regular, dividido em duas parcelas iguais. Logo, quem recebe normalmente um salário mínimo (R$ 1.212), receberá duas parcelas de R$ 606. Para aqueles que devem pagar imposto de renda, o IRPF será descontado automaticamente da segunda parcela.

Algumas pessoas, no entanto, receberão um 13º salário com valor diferente. É o caso daqueles que receberão menos de 12 parcelas do seu benefício em 2022. Para eles, o abono será pago de forma proporcional ao número de meses em que o segurado recebeu benefício.

Quem receber um auxílio-acidente de janeiro a junho, por exemplo, terá direito a um 13º com metade do valor do benefício original. Se o benefício for interrompido antes do previsto, o cálculo do 13º será atualizado e o beneficiário terá que devolver o valor pago a mais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amaury Nogueira
Amaury da Silva Nogueira é bacharelando em Letras/Edição pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Apaixonado pelo universo da escrita, atua há dois anos como redator e realiza pesquisas sobre história da edição no Brasil. Além disso, atualmente pesquisa também sobre direitos e benefícios sociais para agregar conhecimento na redação do portal de notícias FDR.