Ações do Twitter disparam 27% após um ‘nome de peso’ investir na empresa; descubra quem é

Nesta segunda-feira (4), as ações do Twitter fecharam com valorização de 27,02%, a US$ 49,93. O crescimento aconteceu após um documento regulatório revelar que Elon Musk, fundador da Tesla e Space X, comprou 9,2% dessa rede social.

Ações do Twitter disparam 27% após um 'nome de peso' investir na empresa; descubra quem é
Ações do Twitter disparam 27% após um ‘nome de peso’ investir na empresa; descubra quem é (Imagem: Montagem/FDR)

Agora, Elon Musk detém 73,4 milhões de ações do Twitter, que está listado na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). Isso representa uma participação avaliada em US$ 2,9 bilhões, tendo como base o fechamento das ações na última sexta-feira (1º).

As ações são detidas pelo Elon Musk Revocable Trust, do qual ele é administrador único. Diante dessa compra, o bilionário se tornou o maior acionista individual da companhia.

A aquisição das ações foi efetivada em 14 de março, mas foi comunicada somente nesta segunda-feira. A informação está presente em documento protocolado na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês).

De acordo com ranking da Bloomberg, Elon Musk é o homem mais rico do mundo. Ele possui uma fortuna avaliada em US$ 273 bilhões.

Elon Musk possui grande engajamento no Twitter

Elon Musk usa ativamente o Twitter, e possui mais de 80 milhões de seguidores nesta plataforma. Ele ingressou na plataforma em 2009, e vem utilizando para realizar diversos anúncios.

Nas últimas semanas, o executivo vem questionando como o Twitter lida com a liberdade de expressão. No fim de março, Musk indagou se seria preciso uma nova plataforma para que essa liberdade seja mantida.

Por conta da compra recente, passaram a existir questionamentos se o bilionário influenciará em decisões nesse sentido.

Devido a publicações feitas no próprio Twitter, o dono da Tesla enfrentou problemas com a SEC. O órgão regulador chegou a proibir Musk de realizar declarações que impactam o preço das ações da montadora — sem que elas sejam previamente avaliadas pelo conselho da empresa.

A proibição aconteceu após o executivo publicar, em 2018, que considerava remover os papéis da Tesla da Bolsa de Valores. Por conta desse comentário, o valor das ações disparou.

Mesmo que ele tenha voltado atrás do plano, a comissão processou o bilionário por fraude. Diante disso, Musk precisou pagar US$ 20 milhões em multas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.