Março foi o mês dos dividendos; entenda o que são e como investir

Em março, o índice de dividendos (IDIV) registrou valorização de 10%. O desempenho ficou acima do Ibovespa, que subiu 6,06%. O período foi marcado pelo grande fluxo de capital estrangeiro, que visou grandes empresas da bolsa de valores, especialmente as ligadas às commodities.

Março foi o mês dos dividendos; entenda o que são e como investir
Março foi o mês dos dividendos; entenda o que são e como investir (Imagem: Montagem/FDR)

Na lista dos investimentos do primeiro trimestre, o índice de dividendos também esteve à frente. Neste período, o IDIV aumentou 15,48%.

Cabe ressaltar que existe uma correlação entre as pagadoras de dividendos e as gigantes da bolsa de valores. Isso porque o IbrX50, que abrange as 50 maiores da B3, aumentou 15% na mesma janela de tempo.

Conforme dados da Status Invest, divulgados pela Suno, o dividend yield (rendimento de dividendo) médio das companhias que pertencem ao índice é de quase 7%. De qualquer forma, uma carteira de dividendos pode superar essa métrica.

O motivo é que grandes empresas da bolsa de valores, como Petrobras e Vale não fazem parte da composição do IDIV. Estas empresas pagam, respectivamente, um dividend yield de 16,90% e 14,7%.

De qualquer modo, existem companhia que ultrapassam a média do índice. Esse é o caso da Taesa e Santander, com 10,20% e 9,16% de yield, respectivamente.

O que são os dividendos e como investir

Os dividendos representam uma parte do lucro de alguma companhia, que são distribuídos aos seus acionistas. Isso acontece como forma de remuneração. Ao oferecer dividendos, a companhia pode atrair mais investidores. Geralmente, esses valores são distribuídos por empresas estáveis.

Segundo a Lei das S/As de 1976, as companhias listadas na bolsa de valores precisam oferecer um percentual de seus lucros, conforme registrado no estatuto social da empresa.

Desse modo, vale destacar que nem todas as companhias pagam dividendos. Caso a companhia registre prejuízo em determinado período, por exemplo, esse pagamento tende a não acontecer.

Para investir em ações que pagam dividendos na bolsa de valores, o interessado precisa abrir conta em alguma corretora de valores. Após essa abertura, a pessoa deve enviar dinheiro para essa conta — para começar a aplicar.

Para escolher boas ações de empresas que pagam dividendos, o investidor deve considerar alguns indicadores. Dentre os fatores, está a saúde financeira e gestão da empresa, preço por ação e dividend yield.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.