Saque extraordinário: confira aplicações que fazem seu dinheiro render mais do que o FGTS

Pontos-chave
  • O pagamento do saque extraordinário do FGTS segue um calendário;
  • A atratividade da renda fixa favorece investimentos mais seguros;
  • Mercado oferece outras aplicações com rendimentos melhores ao trabalhador.

A partir de 20 de abril deste ano, começará a janela de saque extraordinário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O trabalhador poderá obter até R$ 1 mil. Segundo especialistas consultados pelo InfoMoney, a possiblidade de saque pode ser bem aproveitada pelos beneficiários.

Saque extraordinário: confira aplicações que fazem seu dinheiro render mais do que o FGTS
Saque extraordinário: confira aplicações que fazem seu dinheiro render mais do que o FGTS (Imagem: Montagem/FDR)

Segundo o governo federal, o calendário do saque extraordinário acontece conforme o mês de nascimento do trabalhador. A janela se estenderá até 15 de dezembro deste ano. O calendário de pagamento será dessa forma:

  • Nascidos em janeiro: recebem em 20 de abril
  • Nascidos em fevereiro: recebem em 30 de abril
  • Nascidos em março: recebem em 04 de maio
  • Nascidos em abril: recebem em 11 de maio
  • Nascidos em maio: recebem em 14 de maio
  • Nascidos em junho: recebem em 18 de maio
  • Nascidos em julho: recebem em 21 de maio
  • Nascidos em agosto: recebem em 25 de maio
  • Nascidos em setembro: recebem em 28 de maio
  • Nascidos em outubro: recebem em 01 de junho
  • Nascidos em novembro: recebem em 08 de junho
  • Nascidos em dezembro: recebem em 15 de junho

O dinheiro a ser liberado dependerá do saldo que cada trabalhador possui no fundo. Isso considerando a soma das quantias disponíveis de todas as suas contas do FGTS. A realização do crédito será em Conta Poupança Social Digital, o Caixa Tem.

O recebimento do saque extraordinário varia conforme o mês de nascimento do trabalhador 
O recebimento do saque extraordinário varia conforme o mês de nascimento do trabalhador  (Imagem: Montagem/FDR)

Retirar saque extraordinário do FGTS pode ser benéfico ao trabalhador

A atual janela de saques pode representar uma oportunidade ao brasileiro. Um dos motivos é que a taxa Selic está em 11,75% ao ano. Com isso, os investimentos em renda fixa se tornam mais atraentes.

A economista e planejadora financeira CFP, Fernanda Melo, afirma que, com a inflação acima de 10% no acumulado dos últimos 12 meses. A rentabilidade do FGTS não cobre o aumento dos preços — e nem a taxa de referência da renda fixa, CDI, que está em 11,65%.

Segundo Fernanda, caso o beneficiário saque o dinheiro para investir, ganhará muito mais. ela entende que cenário é positivo para aplicar ou utilizar o dinheiro para quitar dívidas.

Geralmente, a remuneração do FGTS é de uma taxa de 3% mais a variação da Taxa Referencial (TR).

Conforme cálculos do diretor executivo da Associação Nacional de Executivos e Finanças (Anefac), Miguel José Ribeiro de Oliveira, em 2022, a rentabilidade deve somar 4,21% — ao considerar a taxa de 3% ao ano e a TR de 0,10% ao mês (ou 1,21% no ano).

De qualquer forma, ainda vale considerar que o FGTS pode distribuir uma parcela dos lucros que obtém, aos trabalhadores. Caso neste ano aconteça a distribuição de lucros no mesmo nível de 2021, a rentabilidade pode subir.

Pelos cálculos de Oliveira — ao considerar o valor do ano passado, de 1,8% ao ano — o retorno totalizaria 6,01%.

Saque extraordinário do FGTS pode ser usado como reserva de emergência

Conforme especialistas, a nova rodada de saque pode ser usada para se iniciar uma reserva de emergência. Segundo Fernanda, existem opções de investimentos com liquidez diária que podem ser melhores para aplicar.

Dentre as opções disponíveis, estão os fundos DI sem taxa de administração. Também há os Certificados de Depósito Bancário (CDBs) de bancos com boa classificação de risco de crédito — com oferta de 100% do CDI e com liquidez diária.

Também podem ser considerados os títulos do Tesouro Direto, como o Tesouro Selic.

A pedido do InfoMoney, Oliveira, da Anefac, realizou uma simulação para saber a rentabilidade — ao investir os R$ 1 mil que podem ser sacados do FGTS. O melhor investimento foram os CDBs de liquidez diária com rendimento de 100% do CDI, pelo menos.

Estes são os retornos na simulação de rendimento de R$ 1 mil investidos por um ano:

  • FGTS (3% ao ano + TR): retorno de 4,21%
  • FGTS (3% ao ano + TR + distribuição de lucro): retorno de 6,01%
  • Poupança nova: retorno de 7,38%
  • Poupança antiga: retorno de 7,38%
  • CDI 100% do CDI: retorno de 10,72%
  • Fundo DI (sem taxa de administração): retorno de 9,39%
  • Tesouro Selic: retorno de 9,32%

As quantias finais das simulações descontam o Imposto de Renda de 20%, quando existe cobrança. Neste cenário, a exceção é a poupança — isenta de tributação.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.