Netflix: Procon notifica streaming por possível cobrança de compartilhamento de conta

Na última sexta, 18, o Procon de São Paulo notificou a Netflix para que a gigante do streaming esclareça o anúncio de que começará a cobrar uma taxa dos assinantes que compartilham a conta com pessoas que moram em outras casas.

Na semana passada, a empresa comunicou que começaria a fazer testes no Chile, Costa Rica e Peru desta taxa a mais. Os usuários terão que pagar uma taxa na assinatura mensal, de US$ 3 no Chile e na Costa Rica e de US$ 2,12 no Peru, para poder adicionar   até duas contas no mesmo perfil.

O comunicado explica que isto foi preciso para que a empresa possa continuar investindo em séries e filmes de qualidade. Ainda não foi dito nada sobre o Brasil nesta questão.

É solicitado pelo Procon que a Netflix explique se irá cobrar essa taxa a mais no Brasil. Caso a resposta seja positiva, a entidade pergunta quando o sistema será implementado e quais os valores que serão cobrados.

O Procon quer saber também quais serão os critérios usados na escolha dos assinantes testados em outros países, se eles foram previamente comunicados a respeito da novidade e como a Netflix vai comprovar que o acesso está sendo realizado fora da residência do assinante.

A Netflix tem até amanhã, 22, para responder aos questionamentos do Procon.

Netflix no mercado de ações em 2021

No último ano, as ações da Netflix cresceram 17%, superando a Apple (AAPL) e a Amazon (AMZN) e ficando praticamente alinhada com o aumento do Facebook (FB) no acumulado do ano.

As ações da Alphabet (GOOGL), dona do Google, cresceram 60% em 2021, o melhor desempenho do grupo FAANG de ações de tecnologia de elite.

A empresa também vem deixando para trás os concorrentes de mídias tradicionais da: Disney (DIS), Paramount + controlada pela ViacomCBS (VIAC), Peacock’s Comcast (CMCSA) e proprietário da WarnerMedia AT&T (T).

Mas, a principal preocupação dos investidores é com o número de assinantes da plataforma. Este foi a principal razão que causou uma estagnação nas ações da Netflix no começo de 2021.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.