Ações do Nubank atingem mínima histórica após decisão do Banco Central; entenda

Na última sexta-feira (11), as ações do Nubank atingiram o menor nível deste que o banco digital abriu seu capital. A desvalorização acontece após o Banco Central estabelecer novas regras, que exigirão mais capital de instituições de pagamento (IPs).

Ações do Nubank atingem mínima histórica após decisão do Banco Central; entenda
Ações do Nubank atingem mínima histórica após decisão do Banco Central; entenda (Imagem: Montagem/FDR)

Na manhã da última sexta-feira, o Banco Central anunciou maiores exigências de capital para instituições de pagamento — tendo como base a complexidade e porte de cada agente.

O BC alega que “a nova regulação preserva a entrada facilitada para novos concorrentes no segmento de pagamentos, de modo a aumentar a competição no sistema e a inclusão financeira. De modo prático, a autoridade monetária exigirá mais capital de instituições de pagamento maiores.

As novas determinações passarão a valer apenas em 2023, e serão inseridas de forma escalonada até 2025. Apesar disso, no longo prazo, a norma de capital pode impactar as estratégias de desenvolvimento das IPs.

Ações do Nubank recuam após decisão do Banco Central

No fechamento da última sexta-feira, as ações do fintech, listadas na Bolsa de Nova York, encerraram em queda de 7,23%, a US$ 6,54. Esta foi a menor cotação desde dezembro de 2021, quando o banco digital abriu capital.

Segundo avaliação do Citi, da regra anunciada pelo BC, os grandes impactos para o Nubank são a nova adequação de capital e exigências de taxa de reserva.

Com relação ao capital, os analistas não observam grandes consequências, principalmente porque a fintech está bem capitalizada após a abertura de capital, em dezembro, bem-sucedida.

Contudo, a casa de análise entende que as novas taxas de compulsório podem pressionar levemente o futuro NII da NU. Isso porque será preciso alocar depósitos para instrumentos de menor rendimento.

A reflexo deve ser limitado, já que o banco digital tem excedente de depósitos (US$ 9,6 bilhões de depósitos de clientes no quarto trimestre de 2021 contra US$ em ativos de rendimento de juros) e remunera, em 100%, os depositantes da taxa interbancárias.

O Citi possui recomendação de compra para as ações do Nubank. O preço-alvo indicado pelos analistas é de US$ 12. Em comparação ao fechamento na véspera, na bolsa de NY, isso representa uma alta de 70,2%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.