Você já ouviu falar em ‘invisible banking’? Conheça a nova aposta do Next

O ‘invisible banking’ é a nova aposta do Next que adquiriu a fintech baiana Aarin, especializada no serviço.

O Next, banco digital do Bradesco, anunciou na última segunda-feira (7), a compra da empresa financeira Aarin. A especialidade da empresa baiana é o desenvolvimento das formas de pagamento orientadas para a experiência invisible banking.

O que é o invisible banking

Cada vez mais os bancos têm aderido às soluções tecnológicas para os seus serviços. Com o invisible banking a entrega dos produtos e serviços digitais se encontram inseridos no dia a dia do cliente bancário.

A experiência do cliente agora é feita de maneira que se elimina a necessidade de acesso aos aplicativos. Exemplo disso seria o pagamento de conta por comando de voz.

Next e Aarin

De acordo com o portal TI Bahia, o Next passa agora a ser acionista majoritário da Aarin. A fintech baiana criada em 2020, em Salvador, continuará a atuar de forma independente, prestando serviços aos seus clientes do varejo e de diferentes setores.

O primeiro feito da Aarin para o sistema do Next será o uso da infraestrutura tecnológica no marketplace nextShop que incluirá o PIX como opção de pagamento. Outra mudança envolve o acesso que o cliente terá a diversas opções de pagamentos para concluir uma compra. 

Com as novidades o Next passa a ter um controle maior em relação aos pagamentos realizados na plataforma, além da possibilidade de criar promoções de acordo com o engajamento de cada perfil. 

Renato Ejnisman, CEO do Next acredita que com as tecnologias da Aarin, o banco digital caminha rumo ao futuro financeiro do país que traz  também questões como o Open Finance. “O maior beneficiado desta aquisição será o nosso cliente, que terá uma experiência ainda mais amigável no nextshop com novas formas de pagamento, e também com a possibilidade de ganhar cashback em outras frentes além do e-commerce”, conta Ejnisman.

Para a CEO da Aarin, Ticiana Amorim, a Next comprar a Aarin é uma prova de que o modelo de negócio da fintech chamou a atenção de empresas visionárias que enxergam o sistema financeiro de forma diferente das instituições tradicionais.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.