Grupo do influencer Primo Rico adquire fintech Grão; saiba mais

O Grupo Primo Rico vem aos poucos ficando maior. Na última quinta, 10, o grupo de propriedade de Thiago Nigro, anunciou a compra da fintech Grão, especializada em micro investimentos.

Não foi divulgado o valor da transação, porem, com o deal, o grupo insere em seu ecossistema de finanças, tecnologia, marketing e negócios uma fintech que possui a  capacidade de criar produtos financeiros.

A Grão, criada em 2019, ainda chamada de Diin pela ex-sócia da corretora Rico, Monica Saccarelli, permite investimentos a partir de R$1 em títulos públicos, sem taxa de administração. A solução tem o objetivo de fomentar o hábito de poupar pequenas quantias entre os brasileiros, de “grão em grão”.

A fintech possui atualmente 35 mil clientes ativos e uma equipe formada por cerca de 20 pessoas, grande parte delas em tecnologia. Com o objetivo de atingir clientes maiores, a Grão constituiu um asset, que criará de forma interna fundos de previdência e demais produtos de investimentos.

E exatamente neste ponto que está o interesse do Grupo Primo na Grão. A fintech leva consigo uma plataforma tecnológica, assim como a licença regulatória de gestora e ainda uma executiva que tem experiência no mercado financeiro, que fundou a Rico anos antes.

“Mônica e sua equipe tem um propósito muito alinhado com o nosso. A oportunidade de ter esse time construindo serviços que estão nos nossos planos para servir e fortalecer nossa comunidade foi importante para essa escolha” disse Thiago Nigro, CEO do Grupo Primo, em comunicado ao Finsiders.

A compra da fintech vem para reforçar a estratégia do grupo de atender as necessidades do público durante toda a jornada de conhecimentos sobre investimentos.

A aquisição faz sentido para evoluirmos de uma poupança digital para uma plataforma de investimentos sem perder a nossa essência e independência, ponto chave dessa escolha”, disse Monica Saccarelli, fundadora da Grão.

De acordo com dados de uma reportagem do portal Pipeline, o Grupo Primo possui um faturamento que atingiu os R$130 milhões no último ano. A grupo mantém atualmente 240 pessoas e até o fim deste ano, o número deve atingir os 360.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.