Pix Parcelado: Como funciona e quais bancos estão oferecendo o método de pagamento?

Pontos-chave
  • Agora é possível parcelar o valor do PIX
  • Santander está entre os bancos que já oferece o serviço
  • No Mercado Livre é possível parcelar as compras em até 12 vezes

O PIX, sistema de pagamentos criado pelo Banco Central, está sendo cada vez mais aprimorado para oferecer as melhores funcionalidades aos usuários. Uma das novidades é o PIX Parcelado, que permite que os usuários parcelem os pagamentos via PIX. Atualmente, alguns bancos e fintechs já oferecem o serviço. Conheça alguns deles.

Santander 

O banco Santander criou o Divida o seu PIX, uma opção de crédito para transações via PIX que foi disponibilizada no aplicativo do banco. O valor de contratação é de no mínimo R$100 e o máximo está limitado as condições pré-aprovadas para cada cliente. 

O recebedor tem acesso ao valor pago à vista e o comprador pode parcelar o valor em até 24 vezes. O contratante tem ainda 59 dias de prazo para que as parcelas comecem a ser debitadas de sua conta. 

É importante destacar que esta funcionalidade possui taxas que partem de 2,09% ao mês e somente pode ser usado por clientes pessoa física do Santander. As transferências, por sua vez, podem ser efetuadas para pessoas físicas e jurídicas. A contratação é feita de maneira totalmente digital.

Quando o cliente escolhe a opção PIX e seleciona pagamento ou transferência, o aplicativo Santander mapeia as oportunidades de crédito disponíveis para o cliente. 

Luciana de Aguiar Barros, diretora de Produtos de Crédito para Pessoas Físicas do Santander, disse que “pensamos em um serviço que oferecesse condições especiais e, ao mesmo tempo, suprisse a demanda por crédito dos nossos clientes. O objetivo é apoiar os consumidores no momento das transações, parcelando operações via Pix. Em 2021, vimos as operações via Pix aumentarem até 5,3 vezes entre janeiro e dezembro. Considerando clientes PF e PJ, foram mais de R$ 100 bilhões transacionados”.

Mercado Pago 

A partir de agora, os clientes da conta Mercado Pago, ligada ao Mercado Livre, já podem efetuar compras de maneira parcelada pelo PIX. A novidade pode ser usada por quem tem uma linha de crédito pré-aprovada na instituição que tenha um valor igual ou superior ao da compra.

É possível parcelar as compras em até 12 vezes e o valor mínimo para utilização do serviço é de R$15.

Por aqui, o serviço também possui tarifas que partem de 2,5% ao mês e variam segundo o histórico financeiro de cada cliente. Cerca de 20% de todas as transações efetuadas no Mercado Pago acontecem via PIX.

Os interessados em pagar através da novidade precisam selecionar como forma de pagamento o “QR PIX”, tanto para compras realizadas pela internet no Mercado Livre ou em compras físicas de vendedores que utilizem maquininhas de cartão do Mercado Pago.

Ao escolher esta modalidade, será gerado um QR Code e o usuário irá fazer a leitura dele com a câmera do celular. Após isso, o valor das parcelas será debitado mensalmente da conta do usuário.

PIcPay

A carteira digital PicPay começou a oferecer uma nova maneira de utilizar o PIX. A partir de agora, os usuários poderão utilizar o limite do cartão de crédito para fazer um PIX. A nova funcionalidade irá ajudar as pessoas que precisam fazer um PIX em determinado momento e não possuem dinheiro na conta.

Além disso, os usuários poderão parcelar o valor da transferência em até 12 vezes. Nesta nova funcionalidade, o limite do seu cartão se torna saldo na carteira e depois automaticamente o PIX é efetuado.

Utilizando a novidade, os clientes do PicPay paga o valor dentro da fatura, podendo parcelar. Para ativar o pagamento através do cartão de crédito, é preciso digitar o valor desejado, desabilitar o saldo como forma de pagamento e selecionar ou adicionar um cartão.

O processo é bem simples. O limite que cada cliente possui no cartão de crédito pode virar saldo na conta digital do PicPay, para que ele possa fazer transferências. Desta forma, o valor só será pago na fatura.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.