Mulheres ganham mais espaço no empreendedorismo e na indústria

Destaque para a atuação da mulher no empreendedorismo e na indústria.

Cada vez mais as mulheres têm conquistado seus espaços e mostrado a qualidade do trabalho que são capazes de prestas, Caio Mastrodomenico, Ceo da Vallus Capital, comenta essa atuação.

Nos últimos anos temos visto uma mudança no perfil dos empreendedores brasileiros.

Com um grande destaque para a atuação feminina no setor e também na indústria; setores que até então eram predominantemente masculinos estão dando lugar ao protagonismo feminino.

De acordo com Caio Mastrodomenico, CEO da Vallus Capital e especialista em gestão financeira para empresas, é preciso ter o entendimento de alguns pontos antes de iniciar um negócio.

“Além do desejo e foco, empreender exigirá dedicação e tempo. Portanto, algumas tarefas terão de ser repassadas e divididas para que elas possam se dedicar de forma integral ao seu negócio. Isso não significa abrir mão da família e do lar, mas sim adequar a rotina aos novos projetos, visando um ganho maior no futuro”, relata.

Empreendedorismo feminino

Dados do PNADC de 2018 mostram que as mulheres representam aproximadamente 34% dos negócios formais e informais no país; a expectativa é de que esse número aumente ainda mais.

“Mesmo ocupando um espaço menor nesse ranking, podemos afirmar que as mulheres têm uma maior dedicação aos seus negócios se comparadas aos homens. Os desafios que elas atravessam durante sua evolução, atrelados ao amadurecimento pessoal alcançado prematuramente, refletem de forma positiva na hora de empreender”, afirma Caio Mastrodomenico.

A pandemia foi um dos fatores que mais fez com que as mulheres buscassem abrir seus próprios negócios, muitas perderam as suas fontes de renda.

Outras se viram tendo que conciliar o trabalho e cuidar dos filhos que estavam em casa; além daquelas que se viram como únicas provedoras.

“Independentemente do que o motivou a empreender, é preciso manter rigorosamente uma rotina de conferência e alimentação de dados sobre seu negócio. Anotar custos operacionais, volume de vendas, custo de propagandas, receitas futuras e índice de inadimplência são ações que auxiliam a manter o conhecimento mais profundo do seu negócio, permitindo tomada de decisões rápidas e fazendo com que ele prospere com poucas perdas”, pontua.

Segundo ele, um dos grandes motivos do crescimento do empreendedorismo feminismo é justamente a necessidade de aliar horário de trabalho flexível com outras atividades.

“Cuidar da família, da casa, da educação dos filhos e da geração de renda familiar é a realidade de muitas mulheres no nosso país. Elas precisam de flexibilidade para executar todos os esses afazeres com êxito”, finaliza.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a editoria de Carreiras do FDR.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.