Site da Americanas (AMER3) volta ao ar; o que esperar das ações?

Os sites da Americanas e Submarino finalmente voltaram a operar nesta quarta, 23, após ficarem três dias fora do ar. A causa do problema foi um acesso não autorizado nos servidores da empresa proprietária dos portais de compra no último sábado, 19.

Através de um comunicado remetido a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a Americanas explicou que está restabelecendo de maneira gradual e com segurança seus ambientes e-commerce. Ela ressaltou que não foram detectadas evidências de algum comprometimento em sua base de dados. 

“As equipes continuam mobilizadas, com todos os protocolos de segurança, e atuarão para a retomada integral no mais curto espaço de tempo”,disse.

Ações subindo

Na tarde do dia 23, com a volta do funcionamento dos sites, as ações da Americanas tiverem boa alta. A empresa perdeu R$ 250 milhões desde o começo desta semana, de acordo com estimativa da XP Investimentos, e cerca de R$ 3,5 bilhões em valor de mercado, segundo fechamento desta quarta.

Cerca de 60% das receitas da empresa são provenientes de compras nas plataformas digitais, ficando as lojas físicas responsáveis pelos outros 40%.

O grupo hacker LAPSUS, que estavam envolvidos nos ataques cibernéticos contra o Ministério da Saúde, reivindicou a autoria da ação, porém a empresa não confirmou se realmente aconteceu uma atividade criminosa deste ou de outro grupo hacker.

Entregas afetadas 

Na terça, 22, os consumidores reclamaram nas redes sociais sobre o atraso nas entregas de seus pedidos e da dificuldade de entrar em contato com a empresa. 

Alguns usuários disseram que não estavam mais conseguindo acessar a sua conta no ambiente de e-commerce. A falta de atendimento pelo telefone também está incomodando os clientes.

Diante do problema, a Americanas vem enviando respostas automáticas a seus consumidores. “A companhia informa que, por questões de segurança, suspendeu proativamente parte dos servidores do ambiente de e-commerce e atua com recursos técnicos e especialistas para normalizar com segurança o mais rápido possível. Por isso a entrega do seu produto pode sofrer atrasos.”

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.