Criptomoedas: ETF que investe 100% em DeFi chega à bolsa brasileira; saiba como investir

Nesta terça-feira (8), a QR Asset Management, gestora da holding QR Capital, laçou o QDFI11. Este é o primeiro ETF da B3 a aplicar todo o capital em ativos do mundo das finanças descentralizadas (DeFi), vistos como o futuro da estrutura financeira global.

O novo ETF da QR Asset possui disponibilidade para o público em geral. O investimento tem taxa de administração de 0,9% ao ano, e possui sua cota inicial negociada a R$ 10.

Por ser lançado por meio de listagem direta, o ETF não possui necessidade de reservas. A aplicação ainda não tem tarifas intermediárias em operações offshore ou taxas de estruturação cobrada por bancos.

O QDFI11 acompanha o Bloomberg Galaxy DeFi Index. Este é o índice mais maduro e antigo da categoria.

O índice — que procura selecionar as DeFis com maior chance de sucesso — segue certos critérios para incluir novos ativos. Dentre estes, estão: o ativo precisa ser negociado e custodiado por instituições reguladas, e precisa ter pelo menos três fontes de valor aprovadas pela Digital Asset Research.

Hoje, o ETF possui nove protocolos de finanças descentralizadas. São estes: Uniswap (UNI), Aave Decentralized Lending Pools (AAVE), MakerDao (MKR), Compound (COMP), Yearn.finance (YFI), SushiSwap (SUSHI), 0X (ZRX), Synthetix (SNX) e Curve (CRV).

De acordo com o CEO da QR Capital, Fernando Coelho, o lançamento deste ETF é um grande passo para a maturação do mercado de criptoativos. Ele declara que os investidores passarão a ter, cada vez mais, acesso a produtos disruptivos e inovadores com o aval dos reguladores.

No entendimento da QR Asset, os ativos de finanças descentralizadas são o “futuro da estrutura financeira mundial”. Diante disso, a aplicação em ETFs se torna uma alterativa regulada positiva para quem gostaria de explorar outras partes do mercado de criptoativos.

Como aplicar no ETF que investe 100% em DeFi

O primeira ETF de DeFi do mundo já está disponível na bolsa de valores brasileira. Para realizar a aplicação, o interessado deve acessar alguma plataforma de investimentos de preferência. Com isso, será preciso digitar o código do ETF — QDFI11 — para realizar a aplicação.

Vale destacar que essa categoria é bastante nova. Por conta disso, pode existir alguns riscos para quem deseja alocar diretamente em ativos de finanças descentralizadas.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.