Famosa criptomoeda foi o pior investimento de janeiro no Brasil; confira qual foi

Nem sempre investir em criptomoedas pode ser um bom negócio. Um dos mais famosos criptoativos, o Bitcoin, foi o pior investimento de janeiro no Brasil.

O mercado de investimento surpreendeu os investidores do Bitcoin que foi tido como o pior do último mês com perdas de 22,15%, um prejuízo e tanto. O investimento que gerou maior rentabilidade foi o Ibovespa, fechando janeiro com ganhos de 6,98%.

Apesar do bom momento da Ibovespa, existe a ameaça de que os Estados Unidos pode aumentar a taxa básica de juros da sua economia afetando a bolsa brasileira.

A bolsa oficial de valores do Brasil passou por momentos difíceis em 2021, esse é o principal índice de desempenho de ações negociadas na B3. Mesmo diante dos problemas, o desempenho atual traz a possibilidade da volta para a disputa.

Felicidade para quem é holder

No acumulado dos últimos doze meses, o resultado da criptomoeda mais conhecida do mercado teve uma valorização de 10,71%, marca superior aos outros Investimentos, exemplo da Ibovespa que no período acumulou uma queda de 2,54%.

 Os dados são do levantamento da Economática e levou em consideração os indicadores Ibovespa (IBOV), IGP-M FGV (aluguéis), IHFA (Índice de Hedge Funds ANBIMA), CDI, Poupança, IMA-B (formado por títulos públicos indexados à inflação medida pelo IPCA), Índice de Fundo Imobiliário (IFIX) , Dólar Ptax, Euro, Ouro, BDRX (cesta com ações de empresas estrangeiras listadas no Brasil) e Bitcoin.

Os BDR também foram investimentos que renderam bem em 2021. Entretanto as mudanças no mercado também atingem o ativo que somente em janeiro caiu 10%.

A queda do Bitcoin

A criptomoeda sempre se sustentou no fato de ter pouca correlação com outros indicadores do mercado. Entretanto a ligação tem se estreitado. Atualmente os fatores sistêmicos da economia global afetam ainda mais, já que os criptoativos despertam o interesse de agentes econômicos relevantes.

A expectativa é de que o Bitcoin volte aos patamares mais altos, aliviando a preocupação de quem comprou o ativo por um preço mais alto do que representa no momento.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.