Caixa vai lançar empréstimo especial para quem está com o nome sujo

A Caixa Econômica anunciou uma nova linha de crédito voltada para os consumidores com nome “sujo”, na praça. A instituição irá disponibilizar valores de até R$100 mil com menos burocracia e juros mais amenos em comparação com outras linhas de crédito.

Os interessados devem comparecer a uma agência da Caixa que ofereça o Penhor, portando seus documentos pessoais como RG, comprovante de residência e informar  qual objeto deseja penhorar. A Caixa fará uma análise e depois irá emitir um contrato com o valor e número de parcelas que serão liberados.

Segundo a Caixa, esta linha de crédito é uma maneira de manter a economia do Brasil ativa e também de reduzir a inadimplência dos consumidores.

Programa de microcrédito especial deve ser lançado pela Caixa em breve

Contando com o apoio dos Ministérios da Economia, da Cidadania e do Trabalho e Previdência, a Caixa Econômica deve lançar em breve um novo programa de microcrédito para micro e pequenos empreendedores e para pessoas com nome “sujo” no SPC e Serasa.

A nova linha que tem previsão de lançamento para o próximo mês, irá liberar valores de até R$15 mil, utilizando recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

A novidade será operacionalizada através do Caixa Tem, ferramenta digital do banco para contratação de serviços e verificação de dados. De acordo com informações do banco, cerca de 109 milhões de contas-poupança sociais digitais já foram abertas de forma gratuita.

É previsto que até o mês de maio, cinco milhões de pessoas já tenham realizado pedidos de crédito de até R$3 mil a juros reduzidos.

A idéia é que este programa ofereça “juros suportáveis” para os pequenos empreendedores e pessoas que estão negativadas e sirva como uma maneira de garantir o retorno dos empréstimos.

Além do público negativado, a instituição deseja atingir ainda o público não bancarizado. Por conta disso, a Caixa irá abrir 300 agências físicas ao longo deste ano, a maioria no interior do Norte e Nordeste.

De acordo com dados preliminares, é indicado a distribuição de até R$ 3 bilhões em meio aos esforços para dar impulso para a  economia.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.