IPVA 2022: Contribuintes de SP ainda podem pagar tributo com desconto; veja como

População de São Paulo tem acesso a descontos no pagamento do IPVA. Começou oficialmente o calendário do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores, desse modo, os cidadãos devem ficar atentos as possibilidades de redução da tarifa. Nesse ano, há reajustes de até 9%. Acompanhe.

IPVA 2022: Contribuintes de SP ainda podem pagar tributo com desconto; veja como (Imagem: FDR)
IPVA 2022: Contribuintes de SP ainda podem pagar tributo com desconto; veja como (Imagem: FDR)

O IPVA funciona como um tributo anual, destinado para todos os cidadãos que proprietários de veículos automotores. Seu calendário e descontos varia de acordo com o Detran de cada Estado. Para quem reside em São Paulo, a cota única já está em funcionamento.

Pagamento do IPVA SP

Esse ano, o cidadão pode optar pela cota única, que significa o pagamento total do imposto, durante o mês de janeiro. Além disso, há a possibilidade de parcelamento em até cinco vezes. Aqueles com um veículo zero, têm direito há um desconto de 3%.

É válido ressaltar que aqueles que optaram pelo parcelamento devem quitar o primeiro boleto em fevereiro e não terão reajustes. A cobrança já foi iniciada no dia 10 de janeiro pela cota única, concedendo uma redução de 9%.

Lista de descontos e prazos de pagamento do IPVA SP

  • Cota única em janeiro com desconto de 9%, de acordo com o final de placa;
  • Cota única em fevereiro com desconto de 5%, de acordo com o final de placa;
  • Parcelamento em 5 vezes, de fevereiro a junho, com 5% de desconto, de acordo com o final de placa.

Alíquotas

Com relação às alíquotas, os veículos novos e usados não tiveram alteração. Isso implica dizer que há uma taxação de 4% para os carros de passeio e 2% para caminhonetes cabine simples. Já os veículos de locadoras, registrados em São Paulo, estão com uma alíquota reduzida de 4% para 1%.

Esse ano, o governo de São Paulo espera arrecadar aproximadamente R$ 21,8 bilhões com o imposto. Para calcular essa estimativa, a Sefaz levou em consideração o total de veículos em circulação no estado.

Há cerca de 17,8 milhões veículos sujeitos ao recolhimento do imposto e os outros 7,5 milhões estão isentos. Dentre eles, foram contabilizados aqueles com mais de 20 anos de fabricação, taxistas, Pessoas com Deficiência e veículos oficiais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.