Corinthians e Atlético-MG estão no ‘criptouniverso’; conheça iniciativas

O futebol brasileiro e o seu ‘criptouniverso’, Corinthians e Atlético-MG se lançam no mercado das criptomoedas.

Os ativos dos clubes são promissores e considerados baratos em comparação a outras moedas digitais. O mercado tem conquistado não somente o futebol, mas o mundo do esporte em geral. Astros da NBA são hoje grandes investidores.

O Vasco da Gama, clube carioca, foi o primeiro time brasileiro a lançar seu token. Através do criptoativo, o clube irá captar recursos do mercado. Outros times que aderiram recentemente ao mercado das criptomoedas foram o Atlético-MG e o Corinthians. 

Timãocoin- Criptomoeda corinthiana

O Timãocoin é uma parceria com a empresa Footcoin. A criptomoeda foi criada com o intuito de integrar time, torcida e parceiros. 

Através da plataforma da Timãocoin, os interessados possuem acesso aos produtos e serviços dos parceiros e podem também realizar operações financeiras com vantagens especiais.

GaloCoin- Criptomoeda do Atlético-MG

O clube de Belo Horizonte também lançou sua criptomoeda em parceria com a Footcoin. Através de uma plataforma exclusiva, os atleticanos podem fazer uso do ativo para a compra de ingressos, produtos oficiais do clube e outros itens.

As moedas do galo podem ser adquiridas no site oficial.

Criptomoedas no mundo do futebol

As criptomoedas estão cada vez mais inseridas no mundo do futebol. O mercado da bola tem investido pesado em criptoativos, estes além de gerar engajamento com a torcida dos clubes, fazem girar a economia dos times.

Atualmente, alguns dos clubes brasileiros que já lançaram suas criptomoedas além do Atlético-MG e do Corinthians, foram o Cruzeiro, Santos, São Paulo e Vasco.

O retorno financeiro não é a única motivação para os torcedores que investem nas criptomoedas, a promessa de alguns clubes é oferecer outras possibilidades como a compra de camisas da loja oficial, lanches e bebidas do estádio, ingressos, entre outros.

Além das moedas digitais no futebol permitirem a comercialização de produtos esportivos, ingressos e outros itens de interesse de quem acompanha o esporte, é também através das criptomoedas que os times podem receber doações de torcedores e apoiadores, uma ótima forma de aliviar o caixa dos clubes que se encontram em crise.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.