Empresa lança navegador de internet com carteira de criptomoedas integrada; saiba mais

As criptomoedas permanecem com resultados flutuantes e nesta quarta, 19, em meio ao medo de que bancos centrais possam adotar medidas mais severas para segurar a inflação e desta forma, ampliar os retornos de títulos públicos e afastar os investidores de ativos considerados mais arriscados, elas registraram resultados mistos. Paralelamente a isto, a empresa Opera lançou um navegador com uma carteira de criptos integrada. Saiba mais

Navegador com carteira de criptomoedas integrada

A empresa Opera anunciou nesta terça, 18, a versão beta de seu “Crypto Browser Project”, um navegador de internet integrado com a web 3.0. A novidade tem foco no público nativo do mundo das criptomoedas como também para os entusiastas, e possui sua carteira própria.

Atualmente, a carteira tem compatibilidade somente com o Ethereum, porém, a Opera já planeja estender o funcionamento com Polygon (MATIC) e Solana (SOL) em um futuro não tão distante.

“Na verdade, acreditamos que os navegadores serão mais importantes na Web 3 do que na Web 2. Estamos no mercado há 25 anos e na Web 3 desde 2018. Uma estratégia multicadeia será essencial para uma boa experiência do usuário”, afirmou Jorgen Arnesen, vice-presidente de Web 3 da Opera, em uma entrevista à CoinDesk.

Notícias do mundo cripto

Depois de ontem, 18, em que a alta nos juros dos treasuries que causou uma nova queda nas bolsas e no Bitcoin, o criptoativo tentou novamente passar da barreira de US$42 mil, porém, perdeu força e retornou a zona dos US$41 mil. Desta forma, a possibilidade de perder os US$40 mil, levando em conta um importante nível de suporte, segue em jogo.

Diversas altcoins reagiram de forma negativa ao cenário de incerteza e tiveram grandes perdas hoje. A Cardano, por exemplo, apagou os ganhos que vinha obtendo no começo da semana estimulado pela atividade mais intensa de usuários e bateu US$ 1,37 na madrugada. Já nas primeiras horas do dia, ela se estabilizou em US$ 1,40, com recuo diário de 7%, o mais alto entre as 20 maiores criptomoedas por valor de mercado.

Mas, o pior resultado no ranking global das 100 maiores, ficou com a Uniswap, que recuou 12,2% hoje com realização de lucros depois do pequeno aumento de ontem.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.