Empresários de franquias encontram no setor de estética mercado em expansão

Devido aos cuidados e preocupações dos brasileiros com saúde, autoestima e bem-estar, o ramo da estética ganha cada vez mais espaço no mercado nacional. Quase dois anos após o início da pandemia de Covid-19, tanto as mulheres quanto os homens estão retomando a procura por serviços, e com a retomada das atividades presenciais o cuidado com o corpo está na lista de prioridades.

publicidade

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o Brasil é o terceiro maior mercado em estética do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e China. De 2014 a 2018, de acordo com a associação, o setor cresceu 567% no país.

Os dados também indicam que o mercado de franquias já começou a se recuperar após o período mais grave da pandemia. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento do setor no 3º trimestre de 2021 atingiu R$ 47,3 bilhões e superou o desempenho do mesmo período de 2019 (R$ 47,2 bi), ante o baixo resultado de R$ 43,9 bilhões em 2020.

Nos últimos 12 meses, o setor de franquias apresentou uma variação positiva de 8,4% da receita em relação ao ano passado, avançando de R$ 168,1 bilhões para R$ 182,3 bilhões. Já entre os meses de julho a setembro deste ano, o segmento de saúde, beleza e bem-estar apresentou o terceiro maior resultado do franchising, com alta de 9,1%, – atrás apenas de turismo e hotelaria; e casa e construção.

publicidade

A rede de clínicas de estética Virtuosa é um exemplo de quão promissor é esse mercado: a empresa está encerrando 2021 com crescimento de 110% no número de unidades abertas. A 105ª clínica da rede foi inaugurada no último dia 7 de dezembro, sendo que no início do ano eram 50 franquias abertas.

Com metas ousadas para os próximos anos, a Virtuosa pretende investir R$ 58 milhões e ultrapassar a marca das 200 franquias em todo o país em 2020. A empresa catarinense foi criada pela empreendedora Mary Iaczinski, que há 12 anos iniciou no ramo atendendo a domicílio na cidade de Joinville (SC), sem nenhuma clínica aberta.

O ritmo de expansão da companhia começou a se acelerar a partir de 2016, quando a Virtuosa aderiu ao modelo de franquias. As primeiras unidades parceiras foram implantadas nas regiões Sul e Sudeste.

Desde 2019, o faturamento da empresa chegou a R$ 189 milhões. Atualmente, 2480 pessoas estão empregadas diretamente e 500 indiretamente. O incremento de mão de obra em 2022 prevê a contratação de 1640 postos de trabalho diretos e 350 indiretos.

Além das mais de 100 unidades abertas, 84 contratos de novas franquias já estão assinados para abertura de novas clínicas no ano que vem. A empresa possui mais de 40 prêmios e reconhecimentos de marca e

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Além de possuir experiência e excelência na área, com presença nas regiões Sul e Sudeste do país, a Virtuosa possui protocolos exclusivos de tratamento, que abrangem todos os pilares da estética. A empresa já disponibiliza mais de 100 protocolos de tratamento que priorizam a beleza, a saúde e o bem-estar das mulheres por meio da estética.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Victor Barboza
Editor-chefe do portal de notícias FDR. É responsável por toda a apuração e compartilhamento de informações, sempre presando pela qualidade e independências das notícias veiculadas. Especialista em finanças. Possui MBA em Gestão de Negócios pela USP e Graduação em Gestão Financeira pela Estácio. Possui especializações e trabalhos acadêmicos nas áreas de educação financeira, investimentos, fintechs, gestão empresarial e psicologia econômica. É fundador da GFCriativa e Co-Fundador da Fincatch. Trabalhou com gestão financeira nas startups Tendere e Strategy Manager.