Vai subir de novo: Petrobras aumenta preço da gasolina e do diesel a partir de hoje (12)

A Petrobras anunciou um novo aumento no preço da gasolina e do diesel. Os novos valores entrarão em vigor junto às distribuidoras a partir desta quarta-feira, 12. 

publicidade
Vai subir de novo: Petrobras aumenta preço da gasolina e do diesel a partir de hoje (12)
Vai subir de novo: Petrobras aumenta preço da gasolina e do diesel a partir de hoje (12). (Imagem: FDR)

Na oportunidade, a Petrobras informou que de agora em diante, o preço da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,09 para R$ 3,24 o litro. O reajuste corresponde a um aumento de 4,85%.

Enquanto isso, o valor do diesel foi ajustado em 8,08%, ou seja, passará de R$ 3,34 para 3,61. Vale lembrar que o último reajuste nos preços da gasolina e do diesel haviam sido efetivados em dezembro de 2021.

publicidade

Na mesma época, a Petrobras barateou o valor da gasolina em 3,13%, se consolidando como a primeira queda desde o dia 12 de junho. Enquanto isso, o último aumento oficial foi registrado em outubro do ano passado.

Em comunicado, a estatal alegou que os ajustes são importantes “para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras”.

Na oportunidade, a estatal fez questão de reforçar que preza pelo compromisso de estabelecer preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, acompanhando as variações de altas e baixas enquanto evita o repasse imediato nos preços internos, externos e da taxa de câmbio provocados por eventos conjunturais. 

Outro fator que influencia no aumento do preço da gasolina e do diesel é a inflação divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a apuração feita com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o acumulado de 2021 fechou em 10,06%, o maior patamar desde 2015.

O resultado teve grande influência dos combustíveis, sobretudo, o etanol que teve uma alta de 62,23%. Enquanto isso, a gasolina ficou 47,49% mais cara e o óleo diesel de 46,04%. Vale lembrar que desde o ano de 2016 a Petrobras aderiu para as refinarias a uma política de preços vinculada às flutuações do preço do barril de petróleo no mercado internacional e pelo câmbio. 

Em 2021, o preço do barril de petróleo tipo Brent atingiu uma escala superior a 50% e o de WTI mais de 55%. Ambos foram impulsionados pela reativação da demanda em decorrência do fim das restrições sanitárias logo no início do ano. Em contrapartida, o dólar teve um avanço de 7,47% na frente do real no ano passado.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Contudo, vale informar que de acordo com um levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), na primeira semana de 2022 os preços da gasolina e do etanol recuaram nos postos de gasolina.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.