Não vai ter Carnaval: ações de empresa caem após cancelamentos; entenda

Na última sexta-feira (7), as ações da cervejaria Ambev (ABEV3) registraram a nova desvalorização consecutiva. Na última sessão, houve queda de 1,62%, a R$ 14,53 o papel. O desempenho negativo acompanha dados de redução na produção, além dos anúncios de que não vai ter Carnaval em diversas cidades.

publicidade

Diante deste cenário, as ações da Ambev têm sido afetadas recentemente. Na manhã desta segunda-feira (10), as ações registram desvalorização de quase 1%. Desde o início deste ano, os papéis da cervejeira já acumulam queda maior do que 6%.

Em novembro de 2021, o Morgan Stanley apontou uma diminuição na produção de bebidas alcoólicas no país. O banco mencionou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que indicam queda de 11% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Em relatório, o analista Ricardo Alves, alegou que os dados surpreenderam negativamente a instituição. Isso ao considerar a retomada do chamado canal on-trade — que abrange eventos, bares e restaurantes.

publicidade

Diversas cidades anunciaram que não vai ter Carnaval

Como forma de controlar a disseminação da pandemia de covid-19, os carnavais de rua, em diversos municípios brasileiros, vêm sendo cancelados. Neste ano, o evento acontece entre os dias 28 de fevereiro e 1º de março.

Na semana passada, o município do Rio de Janeiro comunicou a suspensão dos blocos de carnaval. A medida aconteceu pelo segundo ano seguido. O cancelamento do carnaval também foi anunciado por São Paulo, Olinda e Recife, por exemplo.

À Bloomberg, o analista de renda variável da Ativa Investimentos, Felipe Vella, afirma que o cancelamento dos carnavais de rua afeta a Ambev. Quando há menos consumo, acontece menos faturamento.

Durante o Carnaval de 2021, último antes da pandemia, houve a venda de 1,3 bilhão de litros de bebidas, segundo levantamento do Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja (Sindicerv).

Este número representa 10% do total esperado para um ano completo. Em nota, o Sindicerv explica que “somente o período seria equivalente a um mês de vendas para o setor”.

Ao TradeMap, o estrategista da RB Investimentos, Gustavo Cruz, alega que a Ambev também usa essa plataforma para divulgação. Segundo ele, em muitas vezes, a empresa “utiliza o momento para lançar uma nova marca para lançar uma nova marca ou realizar uma ação de marketing mais forte”.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.