Novo sucesso da Netflix, “Não Olhe para Cima” tem inspirações em políticos da vida real

Pontos-chave
  • Uma obra da Netflix está dominando as redes sociais, "Não Olhe Para Cima", lançado na véspera do Natal;
  • A série possui inspirações em políticos da vida real;
  • Diversos personagens são comparados com Jair Bolsonaro e até Trump.

Desde o final do ano passado um filme da Netflix está dominando as redes sociais, “Não Olhe Para Cima”, lançado na véspera do Natal. A série possui inspirações em políticos da vida real.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O filme é dirigido Adam McKay, que já dirigiu A Grande Aposta, Vice. A obra traz algumas temáticas que se assemelham à realidade dos últimos tempos, como a crise climática e a pandemia de Covid-19.

O filme conta a história de dois astrônomos que descobrem um cometa mortal vindo em direção à Terra, mas são descreditados quando tentam alertar a população sobre o perigo.

Os personagens que se recusam a levar a ameaça a sério foram vistos como referências aos negacionistas que ignoram dados científicos sobre temas como a emergência climática e a pandemia de covid-19.

publicidade

Dentre o elenco estão: Meryl Streep, Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Timothée Chalamet e outros.

É mera coincidência?

Não, as correlações do filme não são mera coincidência. O próprio elenco já confirmou: o filme é sobre quem ignora a ciência diante de catástrofes.

Personagens

Kate Dibiasky

A personagem é vivida pela atriz Jennifer Lawrence. Kate descobre que o meteoro está prestes a colidir com a Terra. Quando tenta alertar a humanidade sobre o desastre, a cientista é encarada como alarmista e até mesmo vira piada na internet. A personagem faz referência à ativista ambiental sueca Greta Thunberg, que muitas vezes foi ridicularizada por negacionistas nas redes sociais por causa de seus discursos emocionantes sobre a ameaça real do aquecimento global.

Já no Brasil, ela é comparada com a cientista Natalia Pasternak que, durante uma entrevista ao jornal da TV Cultura, em 2020, demonstrou indignação com o descaso de muitas pessoas em relação à pandemia.

Randall Mindy

Interpretado por Leonardo DiCaprio, faz uma alusão a cientistas como Anthony Fauci, imunologista norte-americano que se tornou o rosto do combate à pandemia nos EUA. 

Já no Brasil, o personagem foi comparado ao microbiologista Átila Iamarino, que foi uma figura nacional importante para a divulgação científica e o apoio às medidas de segurança contra o coronavírus.

publicidade

Presidente Orlean

Interpretada por Meryl Streep essa uma das referências mais óbvias da trama, fazendo uma alusão a Donald Trump, ex-presidente dos Estados Unidos, com seus discursos negacionistas, movimentos anticiência e comentários debochados.

Trump sempre negou que as mudanças climáticas fossem um problema, e durante a pandemia focou em criticar a China e defender tratamentos sem comprovação científica.

No Brasil, as comparações são com o presidente Jair Bolsonaro que segue a mesma linha de discursos de Trump.

publicidade

Jason Orlean

Vivido por Jonah Hill, o filho arrogante da presidente é chefe de gabinete da Casa Branca. Nos remetendo aos filhos de Donald Trump, que foram igualmente beneficiados pelo poder do pai na presidência dos Estados Unidos. Aqui no Brasil, Jason tem sido comparado com o filho do presidente Bolsonaro, Carlos Bolsonaro.

Peter Isherwell

No filme Peter Isherwell vive o papel de chefe de uma empresa de tecnologia. O personagem possui semelhanças diretas com nomes como Mark Zuckerberg, Elon Musk e Jeff Bezos, tornando-se quase uma mistura dos empresários que já são bastante conhecidos do público.

Brie Evantee e Jack Bremmer

Interpretados por Cate Blanchett e Tyler Perry, respectivamente, os personagens possuem semelhanças com a realidade, relembrando programas matutinos de televisão norte-americanos.

publicidade

Riley Mina

A personagem vivida pela cantora pop Ariana Grande, é outra referência óbvia, já que a versão satirizada é interpretada pela própria cantora. Ela vive um drama amoroso digno da primeira capa de revistas de fofocas.

Netflix

A Netflix é um serviço de streaming por assinatura que permite assistir a séries e filmes sem comerciais em um aparelho conectado à internet.

Você também pode baixar seus títulos favoritos em aparelhos iOS, Android ou Windows 10 para assistir quando não tiver internet.

publicidade

Como assinar?

  • Acesse netflix.com/signup.
  • Escolha o plano ideal para você. Você pode migrar para um plano inferior ou superior quando quiser.
  • Crie uma conta usando seu email e uma senha.
publicidade
  • Defina uma forma de pagamento.
  • E pronto. Agora é só assistir!

 

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.