Conheça detalhes sobre empresas que devem abrir capital na Bolsa de Valores em 2022

O ano ainda não acabou, mas no mercado financeiro a especulação para 2022 já está a todo vapor. Algumas empresas já são aguardadas para abrir capital na Bolsa de Valores no Brasil e no mundo.

publicidade

Até setembro, foram 1635 empresas abrindo capital em todo o mundo, o número ultrapassa o total registrado nos últimos três anos. O alto número é devido as condições favoráveis que estimulam empresas a seguir tal caminho. 

Em 2021, o mercado brasileiro teve um grande aumento de IPOs (Oferta Pública Inicial), a boa fase teve início ainda em 2020 e deve seguir em 2022.

Um setor que não apresentou resultado positivo no último ano foi o da tecnologia. Cerca de 50 empresas que abriram capital no ano de 2021 enfrentam queda no valor das ações de 20% ou mais nessa reta final do ano.

publicidade

Quem são as empresas que devem abrir capital na bolsa em 2022

Apesar de setores como o da tecnologia apresentarem resultados não muito promissores, empresas das mais diversas áreas se vêem motivadas a ingressar na Bolsa de Valores no ano de 2022. Algumas empresas já possuem pedidos de IPO feitos e aguardam aprovação. Outras empresas têm tido especulação da entrada. Conheça detalhes de algumas delas:

  • Discord

Criada em 2015 pelos fundadores Jason Citron e Stan Vishnevskiy, o Discord é uma ferramenta de comunicação para equipes se conectarem remotamente. São 150 milhões de usuários ativos mensalmente e grande parte do público que adotou o aplicativo foram os gamers. Em recente avaliação, a empresa supera os US$ 15 bilhões.

  • Stripe

Grande parte dos observadores estão atentos ao IPO da empresa avaliada em US$ 95 bilhões. A Stripe é uma empresa de processamento de pagamentos, fundada há 12 anos pelos irmãos John e Patrick Collison. Atualmente conta com mais de 4 mil funcionários e clientes como a Amazon e DoorDash. A receita anual supera a marca de US$ 7,5 bilhões.

  • Airtable
publicidade

O serviço de colaboração baseado em nuvem foi fundados em 2012 por Howie Liu, Andrew Ofstad e Emmett Nicholas. Um dos apoiadores do projeto é o astro de Hollywood, o ator Ashton Kutcher. Empresas como a Netflix e Shopify usam a plataforma para construir aplicativos colaborativos. Em 2021, a empresa dobrou sua avaliação para US$ 5 bilhões.

  • Klarna

A Klarna é uma fintech que possibilita aos clientes dividirem compras em quatro parcelas sem juros. A empresa nasceu em 2005 e está avaliada em US$ 45,6 bilhões. Com um mercado incerto, o CEO Sebastian Siemiatkowski declarou que a empresa está sendo cautelosa no caminho para o IPO. Nos primeiros três trimestres de 2021, a empresa registrou um prejuízo de US$ 344 milhões.

publicidade

 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

 

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Hannah Aragão
Hannah Aragão é graduanda em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, a UFPE. Atuou em diversas áreas da comunicação, passando por assessoria, endo marketing, comunicação estratégica e jornalismo impresso. Atualmente, se dedica ao jornalismo online na produção de matérias para o portal FDR.