Remuneração executiva teve mudanças em 2021; confira as principais

Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria Mercer com 759 empresas brasileiras, os aspectos salariais apresentaram uma leve retomada neste ano. A retomada considera incentivos de curto prazo, bônus e remuneração executiva.

A Pesquisa de Remuneração Total identificou uma retomada nos aspectos salariais neste ano. Esse resultado positivo foi identificado após queda no ano anterior, gerada pela crise econômica.

A crise foi gerada pela pandemia de Covid-19 e pelas medidas restritivas adotadas pelo país para conter a disseminação da doença. Com isso, afetou o setor, gerando perda salarial e falta de incentivo na carreira.

Porém, com o retorno gradual das atividades, os aspectos salariais obteve uma retomada neste ano. O aumento não ficou abaixo da previsão do RH, devido aos acordos coletivos, inflação e escassez de profissionais em áreas especializadas como TI.

Comparando a 2020, o crescimento nos aspectos salariais nas empresas foi de 4,5%. Porém, o previsto pelo RH era de 4,7%. Por outro lado, a média dos acordos coletivos foi de 5,7%, afirmou Rafael Ricarte, líder de produtos de carreira da Mercer Brasil.

A remuneração executiva atingiu 84% em comparação ao que havia sido estabelecido. Já os incentivos de curto prazo e os bônus ficaram acima do esperado. Considerando as diversas remunerações, como salário anual, incentivos de curto e longo prazo, bônus e benefícios, os executivos tiveram uma recuperação de 12%, comparado ao ano passado.

O nível de remuneração executiva voltou a crescer depois de um 2020 em que decresceu, mas ainda não atingiu os patamares de 2019. A composição da remuneração também se modificou um pouco com destaque para o crescimento proporcional dos incentivos de longo prazo (ILP)”, afirma Ricarte.

Dentre as 759 empresas que participaram da pesquisa, 82% possuem incentivo de curto prazo e 40% possuem plano de incentivos. Entre os planos de incentivo, os principais são: ações restritas ao tempo de serviço, ações vinculadas à performance e opções de compra de ações.

A remuneração no nível gerencial cresceu 3% e o nível operacional cresceu 2%. Enquanto a remuneração dos profissionais caíram pelo segundo ano consecutivo (-5%). A previsão da remuneração executiva para o próximo ano é de valores maiores que em 2021, segundo o líder de produtos de carreira da Mercer Brasil.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.