Magalu irá emitir R$ 2 bi em debêntures; conheça mais sobre este investimento

Pontos-chave
  • A Loja varejista Magazine Luiza vai ter a primeira emissão de debêntures;
  • O valor será de R$2 bilhões;
  • A ação do Magalu acumula maior baixa do Ibovespa no ano.

Foi aprovado pelo conselho de administração do Magazine Luiza que aprovou a primeira emissão de debêntures da companhia no valor de R$2 bilhões, de acordo com a ata de reunião do colegiado.

Os recursos levantados para os varejistas serão utilizados para otimizar o fluxo de caixa e a gestão ordinária dos negócios, segundo a ata.

A emissão será de 2 milhões de debêntures, que têm vencimento em 23 de dezembro de 2026, todas nominativas e escriturais, em série única, com garantia flutuante e não conversíveis em ações, diz o documento, divulgado na sexta-feira.

A companhia encerrou a sessão com forte valorização de 9,35% na Bolsa, cotada a R$ 6,78. Já o Ibovespa teve alta de 0,63%, a 105.553,65 pontos.

A ação do Magalu acumula maior baixa do Ibovespa no ano, uma queda de mais de 70%. 

Outros destaques

Outro destaque do dia são as ações da Cielo (CIEL3), que lideravam as altas do Ibovespa na abertura do pregão da segunda-feira (27). A companhia aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio.

O que é debêntures?

Os debêntures são os títulos de dívidas das empresas privadas. Assim, os investidores que adquirem esses títulos “emprestam dinheiro” para a companhia e, em troca, recebem juros ao final de um prazo determinado. 

O seu funcionamento parece com o do Tesouro Direto, só que em vez de financiar o Governo, o investidor se torna credor de uma empresa. As debêntures são aplicações de renda fixa, mas não estão livres de risco.

Risco de crédito

Um dos principais riscos da debêntures são os créditos, já que as empresas emissoras podem deixar de pagar os investidores, isto é, dar um “calote”, caso passem por dificuldades financeiras.

Por isso, é importante observar o rating das empresas emissoras, que são notas de crédito feito por agências de classificação de risco.

Risco de Mercado

Se o investidor precisar resgatar o dinheiro investido nas debêntures antes do vencimento, ele  ficará sujeito as condições do mercado no momento da venda. Assim, se  o mercado estiver pagando menos por aquela debênture, o investidor terá prejuízo no seu investimento.

Risco de Liquidez

O prazo de vencimento das debêntures é longo. Caso o investidor precise do dinheiro antes do vencimento e as condições de mercado estiverem muito desfavoráveis, pode ser que não haja interessados na compra, o que caracterizaria o risco de liquidez.

Rendimento

A debênture pode variar o rendimento de acordo com a indexação do ativo. O título de dívida pode ser prefixado, pós-fixado ou híbrido.

No prefixado, no momento da compra é acordado o rendimento (por exemplo: a debênture renderá 8% ao ano). Já no pós-fixado, o papel é atrelado a alguma taxa flutuante, como o IPCA e a SELIC (na data do vencimento).

O híbrido possui uma parte fixa, com o acréscimo do rendimento de uma taxa flutuante (por exemplo: 8% + IPCA). Essa é a forma mais comum.

Garantias

Diferente de outros títulos de crédito privado, como os Certificados de Depósitos Bancários (CDB), os papéis de dívida não possuem proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Magalu 

Em 1957, o casal Luiza Trajano e Pelegrino José Donato,compraram “A Cristaleira”, uma pequena loja de presentes, localizada na cidade de Franca, interior de São Paulo. O nome Magazine Luiza surgiu depois, resultado de um concurso cultural promovido por uma rádio local. 

A marca se expandiu pelo  interior de São Paulo, como Barretos e Igarapava, além de novas unidades em Franca.

Em 1974, foi inaugurada a primeira grande loja de departamentos, tendo mais de 5.000 m², e quando completou 20 anos de vida, já contava com 30 unidades funcionando.

Em 1981, a empresa foi uma das primeiras redes a implementar um sistema de computação nas lojas.Já na década de 1990, foi criado o primeiro modelo de comércio eletrônico do mundo: as Lojas Eletrônicas, que hoje são chamadas de Lojas Virtuais.

A empresa é reconhecida por seu modelo de gestão humanitário, sendo pautado pela valorização de seus funcionários, a dona da empresa Luiza Helena Trajano acredita que quando o funcionário se sente valorizado, com autonomia para criar e contribuir com a empresa, todos ganham.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.