Onde os ricos investem? Descubra quais foram os investimentos escolhidos por quem tem muito dinheiro

Diante do aumento recente da taxa Selic, os investidores vêm se atentando aos ativos de renda fixa. Em meio a este cenário, descubra onde os ricos investem. O levantamento, com base no mês de novembro, foi realizado pela consolidadora de investimento SmartBrain, e publicado pelo Valor Investe.

Onde os ricos investem? Descubra quais foram os investimentos escolhidos por quem tem muito dinheiro
Onde os ricos investem? Descubra quais foram os investimentos escolhidos por quem tem muito dinheiro (Imagem: Montagem/FDR)

No começo deste ano, a taxa Selic estava em 2%, sendo o menor patamar histórico. Com isso, os investidores migraram para a renda variável. Contudo, o cenário tem se invertido.

Por conta da escalada da inflação, desde março, o Banco Central (BC) passou a elevar a taxa básica de juros. Atualmente, A Selic está em 9,25% ao ano. Como resultado, a renda fixa se tornou mais atraente — o que não era observado no ano passado.

Recentemente, a alteração na condução da política monetária nacional por parte ocorreu em meio aos problemas causados pela pandemia de covid-19. Para o próximo ano, o mercado financeiro projeta que a Selic passará de 11% ao ano.

Onde os ricos investem?

Em novembro, segundo levantamento da SmartBrain, foi registrado uma alta de participação da categoria de renda fixa — como fundos e títulos privados e públicos — na carteira média dos investidores.

No período, a renda fixa chegou a 32,12% nos portfólios dos clientes. Em outubro, o percentual havia sido de 31,92%.

Apesar disso, o investidor não deixou de procurar pela Bolsa de Valores. O estudo indicou que a fatia de ações e fundos de ações — que registrou uma leve queda de setembro (13,13%) para outubro (12,35%) — teve um pequeno aumento em novembro.

No penúltimo mês deste ano, em média, o percentual chegou a 12,39% das carteiras.

A pesquisa ainda demonstra que, mesmo tendo a maior participação dos investidores, os fundos multimercados registraram leva queda. O percentual caiu de 43,50% em outubro para 43,41% em novembro.

Em novembro, esta foi a carteira média do investidor:

  • Multimercado: 43,4%
  • RendaFixa: 32,1%
  • Ações: 12,4%
  • Previdência: 5,9%
  • Imobiliário: 1,2%
  • Outros: 5,0%

Cabe destacar que a pesquisa da SmartBrain considera a base de dados da plataforma. O sistema processa mais de 300 mil extratos. Das carteiras analisadas, grande parte dos investidores é de varejo (20,82%), alta renda (45,92%), private (29,12%) e ultra high (4,13%).

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.