Gastos com comidas e bebidas foram os que mais aumentaram durante a pandemia

Durante a pandemia, grande parte das pessoas permaneceu muito mais tempo dentro de casa. Neste período, os gastos dos consumidores em varias categorias cresceram acima da inflação entre os meses de janeiro e novembro de 2021. O setor de comidas e bebidas teve a maior alta, crescendo 49%. Os dados foram obtidos em um levantamento realizado pela Olivia, assistente financeira que possui 23 mil usuários do aplicativo.

publicidade

Já a categoria compras, que engloba artigos de esportes, eletrônicos, lojas de departamento, móveis e decoração, produtos de beleza, vestuário e videogames, teve  um crescimento de 40% em média entre os meses citados acima. 

Dentro desta categoria, a subcategoria de mercadorias em geral teve um aumento médio  de 25,5%, ao passo que a subcategoria de vestuário e acessórios aumentou 17,5% em média.

No caso dos gastos com mercado, categoria que engloba supermercados, mercearia e padarias, eles cresceram 37%, em média. Gastos com transporte aumentaram 14% em média. Dentro de transporte, a despesa média com combustível foi elevada em 57%, e a com transporte por aplicativo, 62%.

publicidade

Por fim, a categoria de contas, que abraça os gastos com energia elétrica, consórcio e assinatura de serviços, cresceu em média 27%. Desses, o maior aumento foi detectado em assinatura de serviços, respondendo por 15% do valor total gasto na categoria.

Dicas para economizar 

  • Saiba o quanto pode gastar

Antes de sair de casa, estabeleça o quanto pode gastar no mercado. Cada família deve adequar este gasto a sua renda, ou seja, não existe uma quantia ideal. Fazendo isso, você evita imprevistos.

  • Faça uma lista

Saber exatamente o que precisa comprar deixa sua ida ao mercado mais objetiva. Desta forma, você evita o “passeio” pelos corredores e aquela tentação em pegar itens que não fazem parte das duas necessidades.

  • Observe a diferença de preços
publicidade

É sempre importante quando se quer economizar, fazer uma pesquisa de preço no supermercados próximos de sua casa. Os preços podem variar muito de local para local.

  • Vá ao supermercado alimentado

Pode parecer bobeira, porém, de acordo com pesquisas, os consumidores que vão ao supermercado com fome costumam comprar mais que o necessário.

publicidade
  • Calculadora na mão

Caso esteja com o orçamento apertado, vale a pena já ir fazendo os cálculos durante as compras. Isso evita chegar no caixa e ter que tirar algum produto.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.