Proposta de renda extra acaba em golpe de R$ 6 mil; o que pode ser feito em casos similares?

Dorenty Ribeiro, supervisora de uma lanchonete em Campina Grande, na Paraíba, foi negativa surpreendida ao cair em um golpe no qual perdeu R$ 6 mil. A promessa de uma renda extra que possibilitaria a reforma da casa onde reside com o marido e dois filhos pequenos a animou enquanto ela não fazia ideia do prejuízo que teria logo mais.

publicidade

A mulher foi notificada sobre a possibilidade de conseguir uma renda extra por meio de uma mensagem via aplicativo de conversas. Mas ao ter conhecimento sobre o golpe no qual caíra, ela rapidamente fez um boletim de ocorrência e ainda aguarda para recuperar a quantia perdida.

Segundo ela, seu desejo é alertar a maior quantidade de pessoas o possível para que não passem pelo mesmo sofrimento que ela.

Na oportunidade, ela ressalta o quão difícil é perder tudo pelo qual ela trabalhou e conquistou com tanto sacrifício. “Fui pega em um momento de fragilidade e necessidade”, lamentou. A supervisora de lanchonete conta que, na abordagem inicial, quem a contatou dizia ser o gerente geral de uma multinacional de comércio online, a Amazon.

publicidade

A mensagem prometia uma contratação em meio período com uma remuneração mensal entre R$ 1 mil a R$ 5 mil. O texto enviado pelo aplicativo de conversa ainda fornecia um outro número de telefone no qual a mulher deveria entrar em contato caso tivesse interesse na suposta vaga de emprego. 

Em nota ao G1, a Amazon esclareceu que, em hipótese alguma a empresa “solicita informações de acesso, como login e senha, a qualquer consumidor ou entra em contato via WhatsApp para divulgar vagas e oportunidades de renda extra e oportunidades de carreira”, explicou. A título de conhecimento, toda a divulgação de vagas é feita exclusivamente pelo site da empresa. 

Interessada na suposta vaga de emprego que iria gerar uma renda extra por apenas meio período de prestação de serviços, Dorenty Ribeiro enviou uma mensagem para o número indicado e disse que o mesmo continha a foto de uma mulher no perfil. A resposta pela mensagem enviada dizia: “Olá, você precisa de um emprego?”.

Logo em seguida, uma série de instruções foram passadas a Dorenty sobre o que era preciso fazer para garantir a sua vaga. Então, a mulher que se passava por uma representante da Amazon, enviou um link para que a vítima do golpe instalasse um aplicativo chamado JBS.

“Nosso trabalho é muito simples. Você pode ganhar dinheiro online com um telefone celular e pode ganhar de R$ 50 em 2 a 3 minutos. Você tem tempo para ganhar dinheiro agora?”, questionou. 

Conforme explicações, o trabalho consistia em cumprir missões ao efetuar compras em lojas online com o propósito de alavancar a taxa de cliques dos comerciantes. A promessa é de que o dinheiro investido seria devolvido entre três a cinco minutos com o acréscimo da comissão. 

publicidade

Na primeira missão Dorenty recebeu o dinheiro de volta, mas com o passar do tempo as tarefas possuíam valores cada vez mais altos que ficaram retidos no aplicativo.

Segundo a vítima, ao aceitar a tarefa já era necessário realizar um Pix. Ao questionar o procedimento, ela foi informada de que era preciso cumprir todas as missões designadas para obter o dinheiro de volta. 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Ao entrar em contato com o banco, a mulher teve êxito apenas com um estorno no valor de R$ 79,87. Na oportunidade, o delegado de Defraudações de Campina Grande, Gilson Teles, orientou as pessoas a não acreditarem em mensagens que solicitam transferências bancárias ou dados pessoais.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.