Mais um unicórnio brasileiro; empresa de e-commerce Olist passa a ser avaliada em mais de US$ 1 bi

Nesta quarta, 15, o Olist se tornou o novo unicórnio brasileiro. A startup alcançou uma avaliação de mercado em dólares bilionária após captar R$1 bilhão com investidores. Ainda não foi divulgado o valuation exato.

A série E teve a liderança do fundo americano de private equity Wellington Management, que possui em seu portfólio empresas como Airbnb e Coinbase. Este foi o primeiro aporte do fundo em uma empresa privada na América Latina. 

A rodada também contou com a participação de bancos e fundos como Globo Ventures Corton Capital, Goldman Sachs, SoftBank e Valor Capital Group, e ainda do investidor Kevin Efrusymi.

Fundada há seis anos, a finalidade da Olist é digitalizar donos de negócios. O início da startup foi com o Olist Store, um serviço para inserir lojistas em marketplaces. A empresa liga vendedores a sites como Amazon, Americanas, Carrefour, Casas Bahia, Extra, Submarino, MadeiraMadeira e Mercado Livre.

No ano passado, a empresa expandiu seus negócios para a criação de lojas na internet com o Olist Shop. Com ele é possível abrir uma loja online própria de forma gratuita e em apenas três minutos, com compartilhamento do link da loja nas redes sociais e sistemas integrados de estoque e logística.

“O Olist sempre esteve na vanguarda do varejo digital, muito antes do hype em torno do crescimento do e-commerce nos últimos anos, que impulsionou ainda mais a busca pelas nossas soluções. Com o novo aporte, pretendemos ir muito além do que fazemos hoje e entregar cada vez mais valor ao nosso cliente”, disse Tiago Dalvi, CEO e fundador do Olist, em nota a respeito do status de unicórnio.

Futuro

A Olist fez várias compras de negócios desde abril de 2021, momento em que captou R$174 milhões em seu série D. A Tiny foi um exemplo. O software possui gestão operacional, financeira, contábil e comercial dos vários canais de venda em apenas um sistema ERP. Novos M&As para enfrentar a concorrência e somar ao ecossistema do Olist não são desconsiderados.

Para 2022, a startup irá inaugurar seu centro de distribuição em Barueri, interior do estado de São Paulo. 

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.