Banco Inter vai se tornar oficialmente a conta digital dos motoristas de Uber

Nova parceria do Banco Inter beneficiará motoristas da Uber. Recentemente, a startup financeira anunciou que fechou um contrato com o aplicativo de viagens que fornecerá conta digitais para os motoristas cadastrados. A ideia é que os usuários passem a aderir exclusivamente os serviços Inter e unifiquem suas atividades econômicas de forma rápida, prática e tecnológica.

Banco Inter vai se tornar oficialmente a conta digital dos motoristas de Uber (Imagem: Reprodução - Google)
Banco Inter vai se tornar oficialmente a conta digital dos motoristas de Uber (Imagem: Reprodução – Google)

Para poder firmar a parceria, ambas as marcas contaram com o apoio de um investimento japonês, por meio do SoftBank. Ao todo, foram destinados aproximadamente US$ 5 bilhões.

Segundo os especialistas, a união das empresas beneficiará principalmente o Brasil, considerado o segundo país que mais utiliza Uber no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos.

Leia também: Banco Inter sobe resultados e investidores podem comemorar

Sobre o novo projeto, Felipe Fujiwara, vice-presidente do SoftBank Inovation Fund afirmou que trata-se de uma oportunidade para testar novos negócios. Ele defende que as atividades econômicas precisa se unir a atual era digital, trazendo melhorias para os consumidores e gestores.

“Buscamos sinergias entre as empresas do nosso portfólio. Dar uma conta digital do banco Inter para motoristas do Uber é uma receita adicional que nenhum empreendedor poderia prever”, comentou durante um evento em São Paulo.

Parceria entre o Banco Inter e o SoftBank

O Inter vem anunciando sua expansão internacional desde o ano passado. Atualmente, contem 15% de suas ações ligadas ao SoftBank e já anunciou o desejo de investir em novos aplicativos.

A marca está trabalhando para se consolidar dentro de outros setores, como as áreas de e-commerce, moda e mais. Segundo seus gestores, nos próximos anos espera-se uma imersão econômica no mercado de modo geral.

Além do Inter, outras marcas recebem recursos do fundo, como a Loggi, Creditas, QuintoAndar, Gympass, Buser, MadeiraMadeira e Volanty, por exemplo.

Leia também: Dólar de turismo chega a nível incrível, mas assusta brasileiros

Sobre o Inter

Desenvolvida como como startup, a fintech tem como principal destaque a facilitação para a aceitação de usuários que estejam com o nome negativado. Ela oferece serviços como saques gratuitos com o cartão de débito, pagamento de boletos, opções de investimentos e TEDs ilimitadas.

Os clientes que desejarem realizar investimentos, têm acesso a plataforma PAI, que oferece opções em renda fixa, renda variável, fundos de investimento, ofertas públicas e previdência privada.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA