Surto de gripe já atinge Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador. O que fazer para se proteger?

Novo vírus passa a adoecer a população no Sudeste e Nordeste. Nas últimas semanas, órgãos de saúde de São Paulo, Salvador e do Rio de Janeiro notificaram um surto do influenza A H3N2. A doença se manifesta como uma espécie de gripe, podendo se confundir com o novo coronavírus. Abaixo, saiba como se prevenir.

publicidade

Diante da permanência do novo coronavírus, o surgimento de qualquer doença com sintomas similares vem deixando a comunidade médica em alerta. No Rio de Janeiro, Salvadir e em São Paulo, a população vem sendo contaminada com o vírus influenza A H3N2, sendo identificados mais de 77 casos.

“Em função da grande circulação diária de passageiros entre os principais centros urbanos do País, especialmente a partir de Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, doenças infecciosas e, particularmente, vírus respiratórios têm uma facilidade muito grande de pular de um local para outro rapidamente“, afirmou o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do Boletim InfoGripe da Fiocruz, para o portal Exame.

Como se prevenir?

Para evitar o contágio, os sanitaristas recomendam que a população mantenha o uso de máscaras. Eles alertam que não é o momento de flexibilizar as medidas de produção contra o novo coronavírus.

publicidade

Ou seja, manter as máscaras, mãos higienizadas e evitar aglomerações é a melhor forma de se manter seguro. Além disso, o distanciamento social e cuidados para ter a imunidade alta é essencial.

A equipe da Fiocruz recomenda os seguintes cuidados: higienizar as mãos com frequência, alimentar-se bem e manter-se hidratado, além de não compartilhar itens de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros.

Em caso de sintomas

Para quem apresentar algum sintoma, infectologista Nancy Bellei, professora da Unifest e coordenadora de testagem do Hospital São Paulo, afirmou à Folha de S que é preciso fazer o isolamento social.

Nesse grupo, a quarentena deve ser feita entre cinco e seis dias depois da identificação do primeiro sintoma. Depois desse período, caso não haja mais febre, é possível retomar o convívio social.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Em agravamento, a prefeitura de São Paulo vem realizando testes rápidos para síndrome gripal. Basta comparece em uma das unidades de Pronto Atendimento (UPA), de assistências Médica Ambulatorial (AMA), de prontos Atendimento (PA) e prontos-socorros.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!