Surto de gripe já atinge Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador. O que fazer para se proteger?

Novo vírus passa a adoecer a população no Sudeste e Nordeste. Nas últimas semanas, órgãos de saúde de São Paulo, Salvador e do Rio de Janeiro notificaram um surto do influenza A H3N2. A doença se manifesta como uma espécie de gripe, podendo se confundir com o novo coronavírus. Abaixo, saiba como se prevenir.

Diante da permanência do novo coronavírus, o surgimento de qualquer doença com sintomas similares vem deixando a comunidade médica em alerta. No Rio de Janeiro, Salvadir e em São Paulo, a população vem sendo contaminada com o vírus influenza A H3N2, sendo identificados mais de 77 casos.

“Em função da grande circulação diária de passageiros entre os principais centros urbanos do País, especialmente a partir de Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, doenças infecciosas e, particularmente, vírus respiratórios têm uma facilidade muito grande de pular de um local para outro rapidamente“, afirmou o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do Boletim InfoGripe da Fiocruz, para o portal Exame.

Como se prevenir?

Para evitar o contágio, os sanitaristas recomendam que a população mantenha o uso de máscaras. Eles alertam que não é o momento de flexibilizar as medidas de produção contra o novo coronavírus.

Ou seja, manter as máscaras, mãos higienizadas e evitar aglomerações é a melhor forma de se manter seguro. Além disso, o distanciamento social e cuidados para ter a imunidade alta é essencial.

A equipe da Fiocruz recomenda os seguintes cuidados: higienizar as mãos com frequência, alimentar-se bem e manter-se hidratado, além de não compartilhar itens de uso pessoal, como toalhas, copos, talheres e travesseiros.

Em caso de sintomas

Para quem apresentar algum sintoma, infectologista Nancy Bellei, professora da Unifest e coordenadora de testagem do Hospital São Paulo, afirmou à Folha de S que é preciso fazer o isolamento social.

Nesse grupo, a quarentena deve ser feita entre cinco e seis dias depois da identificação do primeiro sintoma. Depois desse período, caso não haja mais febre, é possível retomar o convívio social.

Em agravamento, a prefeitura de São Paulo vem realizando testes rápidos para síndrome gripal. Basta comparece em uma das unidades de Pronto Atendimento (UPA), de assistências Médica Ambulatorial (AMA), de prontos Atendimento (PA) e prontos-socorros.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.