Vale (VALE3) pode entregar retorno com dividendos de 9% em 2022, de acordo com XP

Após distribuir R$73 bilhões em dividendos recorrentes e extraordinários, e ainda os juros sobre capital próprio (JCP) nos últimos 12 meses, a Vale deve permanecer remunerando seus acionistas em 2022, de acordo com a avaliação da equipe de análise da XP que é formada por Jennie Li, Juliana Kirihata e Thales Carmo.

A quantia distribuída no decorrer deste ano trouxe um retorno sobre dividendos (dividend yield) de 22%, resultado muito acima da média de 3% registada nos últimos cinco anos.

Este resultado da Vale foi maior até mesmo que seus pares australianos, que registraram  14,5% de retornos de dividendos nos últimos 12 meses.

É importante destacar que os dividendos retratam a participação dos acionistas nos lucros de uma empresa e são divididos de forma proporcional à quantidade de ações que o investidor tem. A Lei das S.A determina que as empresas de capital aberto precisam distribuir no mínimo 25% dos seus lucros aos acionistas.

De acordo com a política de remuneração da Vale, os dividendos devem ser pagos a cada semestre, uma parcela em setembro e a outra em março.

Considerando apenas o mês de setembro deste ano, a Vale distribuiu R$ 40,2 bilhões em dividendos, o montante mais alto distribuído desde o episódio de Brumadinho, ocorrido em 2019.

A empresa ainda pode deliberar dividendos extraordinários em outros meses do ano. No último mês de junho, a empresa pagou um montante de R$11 milhões de dividendos extraordinários.

“Mesmo considerando uma curva de minério de ferro mais conservadora, ainda vemos a Vale apresentando um fluxo de caixa livre sólido e fortes dividendos nos próximos anos”, disseram os analistas da XP ao InfoMoney.

Desta forma, a XP projeta que a Vale irá pagar um dividend yield mínimo de 9,0% em 2022. “Adicionalmente, considerando a baixa alavancagem, não descartamos potenciais dividendos extraordinários”, dizem os analistas.

Mesmo que a empresa tenha obtido resultados operacionais menores do que o projetado  no terceiro trimestre, a XP tem recomendação de compra para os papéis da empresa com preço-alvo de R$ 97,10.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.