IFIX, de fundos imobiliários, tem sequência de altas; entenda

Nesta segunda-feira (6), o Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) da B3 teve a sexta sessão consecutiva de valorização. No fechamento, o índice apresentou alta de 1,28%, aos 2.643 pontos. Na última sexta-feira (3), o IFIX tinha elevado 1,08%.

publicidade
IFIX, de fundos imobiliários, tem sequência de altas; entenda
IFIX, de fundos imobiliários, tem sequência de altas; entenda (imagem: Montagem/FDR)

No acumulado mensal, o índice dos fundos imobiliários da B3 registra valorização de 2,50%. Com isso, vem deixando para trás o desempenho negativo de novembro.

Nesta segunda, as maiores subidas foram:

publicidade
  1. Vinci Logística (VILG11): 5,43%
  2. HSI Logística (HSLG11): 5,23%
  3. Hedge Brasil Shopping (HGBS11): 5,0%
  4. Rec Renda Imobiliária (RECT11): 4,89%
  5. XP Properties (XPPR11): 4,5%

Por outro lado estas foram as maiores baixas do dia:

Brazil Reality (BZLI11): -2,36%

Autonomy Edifícios (AIEC11): -2,04%

Quasar Agro (QAGR11): -1,06%

Capitânia Reit (CPFF11): -0,74%

SP Downtown (SPTW11): -0,74%

publicidade

Cenário interno e o IFIX

Ao longo do ano, o IFIX foi pressionado por conta da elevação da inflação e do risco fiscal. Em novembro, o índice dos fundos imobiliários acumulou queda de 3,63%.

Já com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, o cenário econômico para 2022 vem se tornando mais claro. Como resultado, os investidores tendem a retornar aos ativos de risco.

Para dezembro, os investidores projetam menor volatilidade. Isso acontece pela redução na agenda política.

publicidade

Outro fator a se considerar é a estimativa de alta da taxa Selic em 1,5 ponto percentual. Com isso, a taxa básica de juros passaria dos atuais 7,75% para 9,25% ao ano. Para a definição da Selic, o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), se reunirá entre os dias 7 e 8 deste mês.

Os investidores seguem atentos às projeções para os juros e inflação no Brasil. O boletim Focus desta segunda-feira (6), divulgado pelo BC, apresentou alta nas estimativas para a inflação — medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Os analistas financeiros projetam que a inflação deve encerrar este ano com subida de 10,18%. Já para 2022, a estimativa é de 5,02%. Na semana passada, os economistas indicaram que o IPCA seria de 10,15% em 2021; e 5,00% em 2022.

publicidade

Já com relação à taxa Selic, o mercado financeiro estima que deve encerrar est ano a 9,25%. Já para o ano que vem, as projeções são de Selic a 11,25% ao ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.