Economia brasileira está ruim? Conheça formas seguras de investir no exterior

Recentemente, o Brasil vem passando por instabilidade econômica. Por conta disso, a decisão pelas melhores aplicações se torna mais difícil. Como alternativa, os investidores podem direcionar valores para fora do país. Conheça formas seguras de investir no exterior.

Economia brasileira está ruim? Conheça formas seguras de investir no exterior
Economia brasileira está ruim? Conheça formas seguras de investir no exterior (Imagem: Montagem/FDR)

O Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, tem registrado resultados adversos ao longo dos últimos meses. No acumulado anual, o índice já possui desvalorização de 9,50%.

O ambiente interno arriscado vem sendo um dos fatores de pressão sobre a bolsa brasileira. Entre os pontos desfavoráveis, está a inflação em alta, a desvalorização do Real e cenário político instável. Acompanhando este cenário, tem aumentado o interesse em diversificar os investimentos no exterior.

Conheça formas seguras de investir no exterior

Segundo o economista César Esperandio, ao UOL, a forma mais segura de investir no exterior é por meio de Exchange Traded Funds (ETF). Estes são os fundos de investimentos negociados na Bolsa.

O desempenho desse ativo se replica por meio de um índice de referência. Sendo assim, o gestor do ETF possui a função de replicar o fundo conforme um indicador.

O investimento em ETFs é igual a aplicação em qualquer ação. O interessado deve ter conta em alguma corretora. Vale destacar que essa opção é um investimento de renda variável — e possui mais riscos.

Outra opção de investimento segura, conforme a empresa Warren, é o Brazilian Depositary Receipts (BDR). Os BDRs são certificados de ações que foram emitidas por países estrangeiros.

Na teoria, ao adquirir um BDR, a pessoa não possui uma ação da empresa. Neste caso, o investidor passa a adquirir um certificado que comprova a posse de um ativo que está em custódia no país exterior.

Apesar de ser ações de outras bolsas — como a americana —, há a possiblidade de negociar no Brasil, na B3. Para investir em BDRs, o cidadão poderá acessar alguma corretora que disponibilize essas ações.

Do mesmo modo, essa opção é um investimento de renda variável. Diante disso, o interessado deve verificar se a aplicação se enquadra no próprio perfil de investidor. Antes de investidor, o cidadão deve verificar a sua realidade financeira — para evitar possíveis riscos futuros.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.